Cidades

Em Goiânia, idosos esperam até 20 horas em fila para receber doses da vacina contra Covid-19

Mesmo com a ampliação dos postos de vacinação, nesta terça-feira (20), alguns pontos da cidade apresentaram filas quilométricas para a vacina

diario da manha
Foto: Reprodução / TV Anhanguera

A vacinação contra a Covid-19 em Goiânia, tem gerado filas gigantescas e aglomerações em vários pontos da capital. Em alguns locais, idosos até dormiram na fila e aguardaram cerca de 20 horas para conseguir receber a dose do imunizante.

Nesta terça-feira (20), a vacina na capital está destinada para idosos a partir de 62 anos e o reforço para pessoas acima de 68 anos ou mais, e trabalhadores da área da saúde.

Na última segunda-feira (19), muitos goianos reclamaram das situações encontradas nos pontos de vacinação e em alguns drive-thrus da capital. Logo após, a prefeitura de Goiânia abriu mais oito postos para as pessoas poderem se vacinar. Ao todo, agora são 17 locais fazendo a aplicação das doses do imunizante.

Mesmo com a ampliação dos postos de vacinação, nesta terça-feira (20), alguns pontos da cidade apresentaram filas quilométricas para a vacina. Como por exemplo na Escola Municipal Barbara de Sousa Morais, no setor Jardim Novo Mundo.

Pessoas aguardando em fila de posto no setor Jardim Novo Mundo, em Goiânia. Foto: Reprodução/ TV Anhanguera

Segundo o Secretário de Saúde de Goiânia, Durval Pedroso, os novos postos de vacinação foram implantados para evitar filas e aglomerações. No entanto, ele afirma que o problema está relacionado à ansiedade das pessoas para receber a primeira dose.

Durval Pedroso ainda explicou que outro problema é a baixa adesão de segunda dose. ”Um dos impactos que estamos tendo é que as doses de segunda vez que estavam programadas para sexta-feira e sábado tiveram baixa adesão, por isso está acontecendo sobrecarga. Nesse sentido, estamos programando a ampliação e por isso ontem abrimos mais sete pontos e hoje o drive thru do Serra Dourada para ampliar o acesso”, explicou o secretário.

*Com informações G1 Goiás

Comentários