Cidades

Criança morre após ser atacada por pit-bull, em Luziânia

Animal foi morto pela polícia

diario da manha

Uma criança de dois anos morreu e outra ficou ferida após serem atacadas por um cachorro da raça pit-bull, no último domingo, 18, em Luziânia no Entorno do Distrito Federal (DF). De acordo com as informações divulgadas o animal foi morto pela Polícia Militar do Estado de Goiás (PMGO), e a criança de dois anos chegou a ser levada para o hospital com um ferimento no pescoço, mas não resistiu aos ferimentos.

Em depoimento o policial que compareceu a ocorrência, disse que passava com a viatura em uma das ruas do Parque Paulistano, quando viu o animal com a boca suja de sangue. Em seguida, os militares encontraram pessoas desesperadas gritando por socorro.

A equipe policial constatou que o cachorro da raça pit-bull era da família, e que o animal atacou dois irmãos pequenos. De acordo com a polícia, uma das crianças de sete anos, teve ferimentos no antebraço, o irmão mais novo foi ferido no pescoço, e já haviam sido levado para Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Luziânia.

Segundo o relato da equipe policial, no momento que o cachorro foi avistado pelos policiais, o mesmo se encontrava feroz, e quando a viatura se aproximou da casa, o cão avançou contra a equipe, que o tentava conter no momento. Os policiais então atiraram no animal, que morreu no local.

Após matar o cachorro, os policiais se deslocaram até a UPA, onde foram informados que o menino de dois anos, não resistiu aos ferimentos. O pai dos garotos, de 34 anos, e uma testemunha foram levados à delegacia, onde prestaram depoimento sobre o caso.

O cachorro abatido foi colocado dentro da viatura e depois levado para o Centro de Zoonoses da cidade para exames.

Leia também:

Comentários