Cidades

Ao escapar de sequestro mulher entra em Batalhão da PM para pedir ajuda mas não encontra viatura no local

O caso ocorreu no último domingo (4), em Rio Verde, sudoeste de Goiás. Segundo a PM as equipes estavam em patrulhamento no momento do crime.

diario da manha

Ao escapar de um sequestro em Rio Verde no último domingo (4), uma mulher correu até o batalhão da Polícia Militar em busca de socorro, mas não encontrou nenhuma viatura no local. Segundo a Polícia Militar (PM), as equipes estavam em patrulhamento no momento.

A vítima que não quis ter a identidade divulgada, contou que estava em um supermercado guardando as compras no carro, quando um homem se aproximou, entrou no carro junto com ela e exigiu que ele a levasse até sua casa. Assustada, ela começou a dirigir, seguindo as direções passadas pelo homem.

Ao perceber que eles estavam indo para uma região próximo a uma mata, a vítima contou que começou a conversar com o homem, tentando distraí-lo, até que ela conseguiu ir até um batalhão da Polícia Militar, onde entrou correndo.

O criminoso ainda tentou segurá-la e acabou ferindo a mulher, que ficou com marcas no rosto e no pescoço. O homem pegou o dinheiro e celular da vítima e saiu correndo.

De acordo com a vítima, no batalhão tinha apenas um policial, que estava atendendo as ligações com denúncias e pedidos de socorro. “Não tinha viatura lá. Tinha um policial lá só que é o que anota as ocorrências. Aí eu fiquei onde eles recebem a ocorrência até chegar a viatura. O bandido fugiu a pé”, afirmou.

Segundo a PM, no momento em que a mulher procurou ajuda no batalhão, todas as viaturas estavam em ronda devido à Operação Páscoa, que atuou no combate à aglomeração e festas clandestinas durante o feriado.

Após os policias da central chamaram a viatura, uma equipe foi ao local, atendeu a ocorrência e registrou o boletim de ocorrência.

Segundo a PM, rondas foram feitas na região para tentar encontrar o criminoso, mas ele ainda não foi localizado. O caso também está investigado pela Polícia Civil.

Comentários