Cidades

Polícia Civil prende em MT suspeito de matar prefeito de cidade no Tocantins

A investigação aponta que o suspeito, que não teve o nome divulgado, é pistoleiro de aluguel e foi contratado para executar o político, que na época era prefeito de Miracema do Tocantins

diario da manha

A Polícia Civil prendeu um homem de 51 anos suspeito pela morte Moisés Costa da Silva, conhecido como Moisés da Sercon, em 2018, época em que a vítima era prefeito de Miracema do Tocantins. A investigação aponta que o suspeito, que não teve o nome divulgado, é pistoleiro de aluguel e foi contratado para executar o político. A prisão aconteceu nesta quarta-feira (3) em São José do Xingu, em Mato Grosso.

De acordo com a polícia, o suposto pistoleiro teria envolvimento com outras execuções no Tocantins e também no Maranhão, onde ele já tem uma condenação. Não há informações sobre o mandante do crime. A Secretaria de Segurança Pública informou que o suspeito será transferido para o Tocantins. As informações são do G1.

Após o assassinato, a prefeitura de Miracema do Tocantins atualmente é comandada por Camila Fernandes (MDB), que era casada com Moisés da Sercon na época do assassinato.

O crime

Corpo do prefeito foi encontrado dentro de caminhonete — Foto: Reprodução/G1

Na época do crime o prefeito Moisés Costa estava em Miranorte, cidade vizinha. Ele havia dispensado os funcionários que o acompanhavam para fazer uma visita ao então prefeito do município Antônio Carlos Martins (MDB).

Os funcionários aguardarão o prefeito em um posto de combustíveis, mas ele não retornou. O corpo foi localizado horas mais tarde dentro da caminhonete dele em uma rodovia que liga Miranorte a Rio dos Bois.

Envie fotos, vídeos, denúncias e reclamações para a equipe DM Online www.dm.jor.br pelo WhatsApp (62) 98322-6262 ou entre em contato pelo (62) 3267-1000.

Comentários