Cidades

Suspeito pela morte de Whatyla é preso em Goiânia

Segundo investigações, a infração penal foi praticada como forma de vingar a morte do primo do suspeito, por disputa de pontos de tráfico

diario da manha

A Polícia Civil e Militar do Estado de Goiás, em uma ação integrada, efetuaram a prisão de Felipe Cezar Pereira da Cruz, suspeito de envolvimento no homicídio de Whatyla Eduardo Silva Martins, ocorrido em setembro de 2020, na Vila Redenção, em Goiânia.

Segundo as investigações, Felipe forneceu a arma de fogo usada no crime, uma pistola marca Glock, cal. 9mm, para dois adolescentes já identificados, que no dia e horário do fato, se dirigiram em um veículo Fiat Palio até a residência da vítima. Ao se aproximarem, efetuaram diversos disparos contra Whatyla. Ele foi socorrido e levado ao HUGO, mas não resistiu e veio a óbito dias depois no hospital.

A infração penal, para a Polícia Civil, foi praticada como forma de vingar a morte de Jânio Henrique Pereira dos Santos, primo de Felipe Cezar, que foi assassinado dias antes em razão de uma disputa de pontos de tráfico de drogas naquela localidade.

Durante a prisão, policiais localizaram droga na casa do suspeito, que também foi autuado em flagrante pelo crime de tráfico de drogas.

Comentários