Cidades

Suspeito de matar rival, líder de tráfico é preso em Goiânia

Segundo a PCGO, o suspeito deixou a capital goiana e fugiu para o estado do Tocantins dias após o delito

diario da manha

A Polícia Civil do Estado de Goiás (PCGO), prendeu Welinton Rafael Fernandes dos Santos, vulgo “Leleco”, suspeito do homicídio de Raimundo Aloncio Sales Pinheiro, morto a tiros em via pública, no Setor Negrão de Lima, em Goiânia, em agosto de 2020.

Segundo a PCGO, o suspeito deixou a capital goiana e fugiu para o estado do Tocantins dias após o delito. Após monitoramento e compartilhamento de informações, o suspeito foi preso na cidade de Taguatinga/TO, com apoio de policiais civis daquele estado.

De acordo com as investigações, a motivação foi a disputa por pontos de venda de drogas no Setor Negrão de Lima, já que suspeito e vítima agiam como traficantes de drogas no local.

A polícia cumpriu dois mandados de prisão contra o suspeito, um pelo crime de homicídio, e outro pelo crime de tráfico de drogas, já que no decorrer das investigações os policiais civis apreenderam diversas porções de cocaína preparadas para a venda, balança de precisão e munições de arma de fogo pertencentes ao investigado.

O investigado, que já havia sido preso outras duas vezes por tráfico de drogas, agora está preso em Goiânia e à disposição da Justiça.

Comentários