Cidades

Em Montividiu do Norte, moradores relatam apreensão após sentirem tremores de terra

Esse é o quarto abalo sísmico registrado na região, segundo o Observatório Sismológico da Universidade de Brasília (UnB). Terremoto teve magnitude de 3,1 na escala Richter

diario da manha

Na tarde de domingo (17) moradores de Montividiu do Norte, na região norte de Goiás, relataram que sentiram um tremor de terra na região. O Observatório Sismológico da Universidade de Brasília (UnB), informou que o abalo sísmico foi registrado pelo sistema com magnitude de 3,1 na escala Richter.

Segundo a funcionária pública Carla Tânia Félix Cintra, de 43 anos, no momento do ocorrido as janelas e portas da casa dela estremeceram. Ainda de acordo com ela, o tremor durou poucos segundos, mas foi intenso. “Foi por volta das 14h. Acho que durou uns 10 segundos, foi coisa rápida, mas bem forte”, afirma.

O vereador Paulo César Ribeiro (PL), de 34 anos, também sentiu o tremorde terra e conta que ele e os familiares ficaram apreensivos. “Ouvimos um estrondo, um som parecido com trovão, só que mais abafado, balançou as janelas da casa. Todos nós ficamos apreensivos sem saber o que era”, comenta.

Conforme a assistente contábil Ângela Ribeiro Falone, de 37 anos, que presenciou o ocorrido junto com o irmão e os pais, não é a primeira vez que a cidade registra um fenômeno como esse.

“Ouvi um barulho tipo um trovão, só que bem mais baixo e abafado. Todos da casa começaram a perguntar o que foi aquilo, meu pai ainda disse que pareceu um terremoto. Não é a primeira vez que a cidade tem esse tremor, meu pai disse que foi parecido com o das outras vezes”, comenta.

Ângela ainda conta que não chegou a ficar assustada, já que o tremor foi rápido. “Foi tão rápido que nem deu tempo de sentir medo”, diz.

Abalo sísmico que provou os tremores

O professor Marcelo Peres Rocha, do Observatório Sismológico da Universidade de Brasília (UnB), disse que o abalo sísmico foi registrado pelo sistema com magnitude de 3,1 na escala Richter.

De acordo com o especialista, apesar de ter sido sentido com maior em Montividiu do Norte, o tremor também atingiu as cidades de Trombas e Formoso. Segundo Rocha, para o padrão mundial, o fenômeno é um abalo sísmico pequeno, mas, para o padrão brasileiro, já é tido como uma intensidade maior, pois é possível sentí-lo.

Rocha ainda informou que esse é o quarto abalo sísmico na região registrado pelo sistema. O mais recente ocorreu em 2017, na cidade de Santa Tereza de Goiás, com magnitude de 3 na escala Richter. Outro com 1,9 na escala Richter em 2015, em Trombas. Já em 2011, o tremor foi registrado em Formosa, com magnitude de 4,1 na escala Richter. As informações são do G1.

Comentários