Cidades

Casal suspeito de matar uma menor é preso em Goiás

A motivação, segundo a suspeita Débora Paola Ribeiro, de 21 anos, seria guerra de facções criminosas

diario da manha

Nesse último final de semana, a Polícia Civil, com apoio da Polícia Militar, efetuou a prisão do casal – Débora Paola Ribeiro, de 21 anos, e Fabrício Barboza, de 26 anos – suspeito do homicídio praticado no dia 14 de novembro de 2020, da adolescente Alice Cardoso do Nascimento.

Segundo investigações, o casal suspeito se encontrou com a vítima em um bar no bairro Nova Vila, em Caldas Novas (GO) e a convenceu a viajar para uma chácara, em Rio Quente (GO). No meio do caminho, na GO-443, divisa de Marzagão e Rio Quente, os suspeitos teriam parado o veículo e atirado seis vezes contra a vítima com uma pistola 9 mm. A menor faleceu em razão dos ferimentos.

A prisão da suspeita Débora ocorreu em Goianésia e de Fabrício Barboza, em Caldas Novas. Ambos foram apresentados na Delegacia de Caldas Novas, onde se encontram presos. O Inquérito Policial foi rapidamente instruído pela Polícia civil de Caldas Novas e os mandados de prisão deferidos prontamente.

Segundo as autoridades, Débora confessou detalhadamente o crime e alegou que mataram por motivo de guerra de facções criminosas. Por outro lado, Fabrício nega sua participação no crime.

Comentários