Cidades

Jovem de 17 anos é atropelado por carro e arrastado por cerca de 200 metros

O rapaz está internado no Hospital de Urgências de Anápolis (Huana), a unidade informou nesta terça-feira (15) que o paciente está “consciente, orientado e estável”

diario da manha

Um jovem de 17 anos foi atropelado por um carro na noite do último domingo (13) enquanto pilotava uma moto. A Polícia Militar informou que no acidente que ocorreu em Anápolis, a 55km de Goiânia, a vítima foi arrastada por cerca de 200 metros e ficou ferida.

Câmeras de segurança resgistraram o momento em que o carro parou em uma esquina, e as pessoas que testemunharam a situação ajudaram a tirar a vítima de debaixo do veículo. O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi acionado e o rapaz foi levado ao Hospital de Urgências de Anápolis (Huana). 

A unidade de saúde informou nesta terça-feira (15) que o paciente está “consciente, orientado e estável”. O motorista do veículo foi preso em flagrante e deve responder por tentaiva de homicídio. As informações são do G1.

Conforme o registro no Tribunal de Justiça de Goiás (TJ-GO), ainda esta tarde o suspeito deve passar pela audiência de custódia.

Nas imagens da câmera de segurança é possível ver parte do acidente. Em que mostra o momento que o motorista que atropelou o rapaz para e pessoas que estavam próximo ao acidente vão socorrer a vítima. Algumas das testemunhas ajudam a levantar o carro e outras retiram o garoto que estava sob o veículo.

De acordo com tenente da PM, Edmilson Freitas, o motorista do carro corria atrás do motociclista que teria batido no carro que o preso dirigia momentos antes e estaria tentando fugir. O suspeito passou pelo teste do bafômetro que indicou que ele não havia ingerido bebida alcóolica.

“O motorista estava no local e nos informou que a motivação para ter corrido atrás da motocicleta é que havia acontecido um breve acidente anteriormente e a motocicleta teria tentado evadir do local. Ele então resolveu perseguir essa motocicleta, vindo a colidir e a machucar o indivíduo”, disse o tenente.

Comentários