Cidades

Homem é preso após matar cachorro e bater em PM que tentou impedi-lo de uma nova agressão

Segundo a Polícia Militar, o suspeito alegou que o cachorro que agredia havia matado o outro. Ele está preso por maus-tratos a animais e lesão corporal

diario da manha

Um homem, que não teve a identidade divulgada, foi preso na segunda-feira (28) após ter matado um dos próprios cachorros, agredir outro cão e bater em um militar da reserva que tentou segurá-lo, no setor Jardim Novo Mundo, em Goiânia. 

Segundo a Polícia Militar, o suspeito alegou que o cachorro que agredia havia matado o outro. O homem aparece em um vídeo, que mostra que antes de ser preso ele estava na sacada de casa gritando com uma pessoa que não aparece na imagem. O suspeito, em seguida desce, vai para a rua de casa e continua esbravejando, dizendo que um dos seus cachorros havia matado o outro.

Para a PM, vizinhos alegaram que ouviram barulho do homem agredindo os cães e chamaram a corporação e um militar da reserva que estava nas proximidades. Este policial na tentativa de evitar novas agressões aos animais, também sofreu golpes do homem.

O cão morto foi deixado em frente à casa do suspeito, onde também havia outros dois animais. Em um vídeo gravado por moradores, registra a situação dos três, o cachorro branco, que está com ferimentos no rosto e aparenta estar arredio, um preto, que aparenta estar ileso e alegre, além do animal que foi morto.

O militar da reserva foi socorrido e liberado após ser avaliado em uma unidade de saúde. Os outros dois cães que estavam na casa estão sob os cuidados da irmã do investigado. Já o suspeito, foi levado para a Central de Flagrantes, onde está preso até a manhã desta terça-feira (29), por maus-tratos a animais e lesão corporal.

Comentários