Cidades

Trindade: moradora encontra cão ferido e pede ajuda para tratamento

Lohana Pereira encontrou o cachorro na porta de casa, mas não tem condições financeiras para criar

diario da manha
Foto: Reprodução

A vendedora Lohana Pereira dos Santos, de 30 anos, achou um cachorro de rua na última terça-feira (6), quando estava colocando o lixo na porta de casa, em Trindade, na Região Metropolitana de Goiânia.

Segundo Lohana, o animal está com ferimentos em uma das patas, portanto, precisa de um tratamento em uma clínica veterinária e um lar, pois ela não tem condições de adotá-lo.

“Ele está quieto e triste. O ferimento parece ser muito sério e não passei ou dei nenhum medicamento, porque tenho medo de agravar o estado dele. Ele precisa realmente de uma ajuda profissional”, completa.

Organizações

A vendedora conta que entrou em contato com organizações que resgatam animais, mas não teve retorno.

MACHISMO NO AUTOMOBILISMO

“Fiquei muito triste com o estado dele, porém já tenho outros três animais adotados e não encontrei nenhuma ONG [ Organização Não Governamental] que pudesse resgatar, enviei mensagem para ONGs, liguei no hospital veterinário da UFG e não obtive solução”, afirma a vendedora.

Além da quantidade de animais adotados que tem em casa, Lohana afirma que o espaço do quintal é pequeno e não comporta outro pet e não sabe como os ferimentos surgiram.

Hospital Veterinário

O Hospital Veterinário da Universidade Federal de Goiás (UFG) explicou que, “por questões de limitação logística, não oferece serviço de transporte de animais para qualquer tipo de atendimento, inclusive, para o resgate de animais em logradouros públicos, mesmo porque, tal atribuição é do poder público municipal ou estadual por meio de suas secretarias de saúde”.

*Com informações do G1

Comentários