Cidades

Policial penal é morto após ser atingido por tiro acidental em presídio de Santo Antônio do Descoberto

Disparo aconteceu quando colega da vítima fazia manutenção da própria arma, segundo a polícia. Autor prestou depoimento e foi liberado

diario da manha

O agente prisional Jailton Ferreira morreu, nesta quinta-feira (29), após ser baleado na Unidade Prisional Regional de Santo Antônio do Descoberto, no Entorno do Distrito Federal. De acordo com a Diretoria-Geral de Administração Penitenciária (DGAP), um colega da vítima fazia a manutenção da própria arma quando houve o disparo acidental.

Para o G1, a DGAP informou que o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi chamado. Porém, quando a equipe chegou, o agente já estava morto. O autor do disparo não teve o nome divulgado.

O órgão disse ainda que a “unidade prisional está prestando o auxílio necessário” e que o servidor responsável pelo disparo “está à disposição das autoridades policiais para os devidos esclarecimentos e providências legais”.

O Sindicato dos Servidores do Sistema de Execução Penal do Estado de Goiás (Sinsep-GO) lamentou a morte de Jailton e disse que vai prestar apoio aos familiares do polícial.

Disparo acidental

Segundo a polícia Civil, o disparo aconteceu durante o plantão dos agentes, quando o autor do tiro, de 37 anos, realizava manutenção em sua arma de fogo. O agente relatou para os políciais que o disparo aconteceu durante o plantão dos agentes, quando o autor do tiro, de 37 anos, realizava manutenção em sua arma de fogo.

Ainda de acordo com a polícia Civil, o autor do disparo se apresentou na delegacia acompanhado de advogado e apresentou a arma, que foi apreendida. Ele foi ouvido e liberado.

Conforme a DGAP, a morte de Jailton também será apurada internamente pela administração penitenciária.

*Com informações do G1.

Comentários