Cidades

Suspeito de agredir técnica em enfermagem morre de Covid-19

Agressão foi registrada em 31 de agosto, Orlando Genésio Duarte chegou a ser preso, mas foi liberado após pagar fiança

diario da manha
Foto: Reprodução

Orlando Genésio Duarte, de 59 anos, morreu no domingo (27), devido a complicações da Covid-19. Ele ficou internado sete dias no Hospital Regional de Itumbiara São Marcos, mas não resistiu.

Orlando era o suspeito de agredir uma técnica em enfermagem no Hospital de Campanha para Enfrentamento do Coronavírus, em Catalão.

Agressão

A agressão foi registrada no dia 31 de agosto. Após uma briga com a filha de Orlando, uma gestante de 27 anos, que buscava o resultado de uma tomografia e o exame não estava pronto.

Ele chegou a ser preso, pagou fiança de R$ 500 e foi liberado logo depois. A técnica de enfermagem de 51 anos teve uma das mãos quebrada.

“O pai da paciente ainda me ameaçou de morte, disse que só não me matava porque não tinha arma na hora”, disse a técnica em enfermagem na ocasião.

Durante a confusão, estava junto o pai e o marido, onde a atacaram com socos e pontapés.

O caso

Quando a técnica de enfermagem entrou no consultório foi agarrada pelo pai da gestante que a colocou para fora. Ela pediu calma e tentou interferir, sendo atirada no chão.

Além disso, as agressões e ameaças continuaram, a técnica teve os seus cabelos puxados e recebeu chutes na cabeça.

Quando a Polícia Militar chegou ao HCamp a gestante, o marido e o pai dela já tinham saído do local.

*Com informações do O Popular e do G1

Comentários