Cidades

Produtores rurais são “verdadeiros heróis”, diz Caiado na abertura do plantio de soja

diario da manha

Durante participação na abertura regional do plantio da soja, nesta terça-feira (29/09), em Cristalina, o governador Ronaldo Caiado destacou o protagonismo dos produtores rurais na economia goiana. “Se hoje Goiás sobrevive do ponto de vista da arrecadação, isso também se deve a vocês, que são os verdadeiros heróis, que aguentam o batente e geram riqueza”, afirmou. Ele esteve na Fazenda Pamplona/SLC Agrícola para o evento que marcou o início da safra 2020/2021 em território goiano. A comitiva também visitou uma biofábrica, instalada na propriedade rural, voltada para o processamento de bioinsumos.

Atualmente, Goiás é o terceiro maior produtor de soja no Brasil. Na safra 2019/2020, o Estado produziu 13,1 milhões de toneladas do grão, crescimento de 8,8% sobre a safra anterior, em uma área plantada de 3,5 milhões de hectares, segundo dados divulgados pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab). A produtividade na última safra foi de 3.712 quilos por hectare e representou aumento de 6,7% em relação à de 2018/2019.

Em entrevista coletiva, Caiado elencou os motivos que fazem do agronegócio goiano o catalisador da economia e dos índices do Produto Interno Bruto (PIB) no Estado e também nacionalmente. O sucesso, disse, está associado ao tripé tecnologia, respeito ao meio ambiente e às normas trabalhistas. “Diante desta pandemia, em que todas as áreas colapsaram, foi esse o setor que realmente sustentou o país”, ressaltou. O governador ainda acrescentou que “a condição de prover segurança alimentar faz com que o Brasil tenha chances de sair da crise antes das demais nações”.

Na mesma linha, o secretário de Estado da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Antônio Carlos de Souza Lima Neto, nominou alguns dos frutos que o setor é capaz de gerar, como emprego e exportações. “Estamos cada vez mais empenhados em proporcionar políticas públicas que sejam efetivas e eficientes. E, acima de tudo, com apoio e participação do Estado e das entidades representativas que aqui se encontram”, assinalou. Também mencionou o protagonismo do governador que, mesmo em meio à pandemia, garantiu o funcionamento das atividades voltadas ao agro, seguindo todos os protocolos de segurança.

Safra
Com o fim do vazio sanitário da soja, no dia 24 de setembro, os produtores foram autorizados a iniciar a semeadura da safra de verão no Estado. Cristalina foi o município escolhido para abertura oficial do plantio da cultura em Goiás devido ao seu potencial de produção e aos investimentos de produtores na região.

“Esse é um momento em que Goiás dá a largada do seu plantio da soja, e a presença do senhor governador, sem dúvida nenhuma, vai estimular, cada vez mais, a ligação entre o setor produtivo e o poder decisório dos governos”, sublinhou o presidente da Federação da Agricultura e Pecuária de Goiás (Faeg), deputado federal José Mário Schreiner, ao lembrar que Caiado já defende o agro há mais de 30 anos.

Segundo as últimas estatísticas divulgadas pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), em 2018, Cristalina foi o terceiro maior produtor de soja do Estado, com a colheita de 860 mil toneladas do grão. “Como poder público, agradecemos e parabenizamos o produtor por tudo que tem sido construído aqui: geração de emprego e de renda. Estamos juntos para apoiar o desenvolvimento em nosso Estado e, principalmente, em nosso município”, afirmou o prefeito Daniel Sabino.

Governador Ronaldo Caiado participa da abertura do plantio de soja, em Cristalina: “Condição de prover segurança alimentar faz com que o Brasil tenha chances de sair da crise antes dos demais países”

De acordo com o presidente da Associação Brasileira dos Produtores de Soja (Aprosoja Brasil), Bartolomeu Braz, a projeção é de que serão semeados, nesta safra, 38,4 milhões de hectares de soja no país. Ele destacou o empenho do agro brasileiro em produzir de forma mais sustentável, o que faz do produto uma vitrine mundial. “Goiás teve, esse ano, uma das maiores médias de produtividade por hectare do mundo, passando de 62 sacos por hectare, em média”, informou.

Já o presidente da Associação Goiana dos Produtores de Algodão (Agopa), Carlos Alberto Moresco, falou sobre a importância da antecipação de cinco dias na safra da soja, pelo segundo ano consecutivo. “Isso representa de 30 a 40 arrobas na produtividade na janela do algodão”, observou.

Ideb
Ao chegar ao evento, Ronaldo Caiado foi recepcionado por estudantes que seguravam faixas de agradecimento pelo incentivo do Governo de Goiás ao sistema educacional. A comunidade fez registros sobre o recente primeiro lugar conquistado pelo ensino médio no Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) e também sobre o investimento de R$ 11,7 milhões destinado à Coordenação Regional da Educação (CRE) de Luziânia.

A verba subsidiou reformas e melhorias em 38 unidades da Regional, incluindo a implantação de salas modulares para o fim do 4º turno, e também na sede da coordenação. “O dinheiro já foi repassado para os Conselhos Escolares e a maioria das obras está em andamento. Com esse recurso do Governo de Goiás, as escolas estão limpas, com jardins, sem entulho, tudo pronto para receber os alunos”, detalhou a coordenadora Raquel Machado.

Estiveram presentes no evento o presidente da Agência Goiana de Assistência Técnica, Extensão Rural e Pesquisa Agropecuária (Emater), Pedro Leonardo de Paula Rezende; o gerente da Fazenda Pamplona/SLC Agrícola, Marcelo Peglow; o superintendente de Varejo do Banco do Brasil para Goiás, Distrito Federal e Tocantins, Felipe Zanella; o representante da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) Arroz e Feijão, Alcido Wander; e o presidente do Sindicato Rural, Alécio Maróstica.

Participaram também o superintendente de Engenharia Agrícola e Desenvolvimento Social da Seapa, José Caixeta; o coordenador regional da Agência Goiana de Defesa Agropecuária (Agrodefesa), Augusto Amaral; o vereador por Cristalina, Valter Tomaz, mais conhecido como Valtinho; além dos comandantes da 32a Companhia Independente de Polícia Militar (32a CIPM), major Werik Ramos da Silva, da 8a Companhia Independente Bombeiro Militar (8a CIBM), capitão Bruno Alves, e da Patrulha Rural, tenente Belchior, além de autoridades da região.

tags:

Comentários