Cidades

PCGO deflagra Operação Data Broker em Goiânia (GO) e em Montes Claros (MG)

A ação tem como objetivo desarticular organização criminosa especializada na prática de fraudes através de aplicativos de mensagem.

diario da manha

A Polícia Civil do Estado de Goiás, através da Delegacia Estadual de Repressão a Crimes Cibernéticos (DERCC), deflagrou a Operação Data Broker na manhã desta sexta-feira (04/09). A ação tem como objetivo desarticular organização criminosa especializada na prática de fraudes através de aplicativos de mensagem.

Segundo investigações, os presos criavam perfis falsos no WhatsApp, com fotos e identificações de médicos, dentistas, promotores de justiça, juízes, e enviavam mensagens para os familiares próximos destes, solicitando depósito de valores em contas de terceiros. O acesso às informações dos parentes da vítima era realizado por meio de bancos de dados ilegais disponibilizados na internet.

A Operação Data Broker contou com o apoio do Ministério da Justiça e Segurança Pública, por meio do Laboratório de Operações Cibernéticas. Durante as investigações, ficou demonstrada a participação de faccionados de uma organização criminosa na prática do delito.

Mandados de busca em apreensão foram expedidos por ordem da Dra. Placidina Pires, Juíza da Vara dos Feitos Relativos a Organizações Criminosas e Lavagem de Capitais do Estado do Goiás.

Estes são cumpridos em quatro endereços de Goiânia-GO e, com apoio da Diretoria-Geral de Administração Penitenciária, numa ala da Penitenciária Coronel Odenir Guimarães (POG). Os outros dois mandados são executados em Montes Claros (MG), com o auxílio da Polícia Civil de Minas Gerais.

Policía Civil em operação com o apoio da Polícia Penal. Reprodução: Whatsapp

Comentários