Cidades

Defesa Civil declara estado de alerta no Distrito Federal por conta das queimadas

Entre a última sexta-feira (25) e domingo (27), o Corpo de Bombeiros combateu 111 focos de fogo na região, a área destruída é equivalente a 220 campos de futebol

diario da manha
Bombeiros combatem 111 focos de incêndio no DF -Foto: (Corpo de Bombeiros do DF/ Divulgação)

Em apenas três dias o Corpo de Bombeiros do Distrito Federal (CBM-DF) atuou no combate a 111 focos de incêndios florestais. Segundo a corporação a vegetação destruída entre a última sexta-feira (25) e domingo (28) é de 220,5 hectares, equivalente a aproximadamente 220 campos de futebol.

Por conta do período de seca no DF, entre julho e setembro, o fogo consumiu 17,4 mil hectares de Cerrado, superando os registros de todo o ano passado. Com base nos dados do corpo de bombeiros a área destruída é a maior dos últimos nove anos.

A soma total desde janeiro é de 17.919,89 hectares, um tamanho duas vezes que o tamanho de Águas Claras. O recorde anterior de queimadas havia sido em 2019, quando houve 16.177,51 de mata destruídos, superando as queimas que ocorreram em 2012.

De acordo com o Instituto Nacional de Meteorologia, a previsão é que o DF atinja as temperaturas mais altas do ano até esta terça-feira (29), em que o índice de umidade pode chegar a 12%. Entretanto, o considerado ideal pela Organização Mundial da Saúde é de 60%. Na última segunda (28), a Defesa Civil declarou estado de alerta no Distrito Federal.

Comentários