Cidades

Deccor troca delegado titular

Com a mudança na titularidade, cinco delegados pediram transferência da Deccor e após reunião com a Diretoria de Combate à Corrupção da Polícia Civil voltaram atrás e devem permanecer na delegacia

diario da manha
Foto: Reprodução

Com a mudança na titularidade da Delegacia de Combate à Corrupção (Deccor), cinco delegados pediram para serem reposicionados, mas mudaram de ideia após uma reunião com a Diretoria da área, nesta quarta-feira (16). Os delegados Davi Rezende, Luiz Gonzaga, Magda D’Àvila, Maurício Passerini e Francisco Lipari devem permanecer na Deccor.

Os delegados haviam assinado a petição de transferência para outra unidade na terça-feira (15), tão logo o titular da Deccor, Rômulo Figueiredo de Matos ser transferido de cargo e designado a ser adjunto da delegacia, como os demais colegas. No lugar dele foi empossado o delegado Pedro Caires.

Em entrevista ao site G1, o delegado Rômulo afirmou que prefere não se pronunciar sobre o caso. O site apurou que ele deve entrar de férias, que estão acumuladas, nos próximos dias.

O G1 também procurou a Polícia Civil e pediu uma posição sobre a nova mudança nos pedidos dos delegados que em posicionamento anterior havia ressaltado que a troca de delegado titular é um ato comum e que todas as investigações da Deccor deveriam ser preservadas.

A saída de Rômulo da titularidade e o pedido de realocação dos delegados da Deccor aconteceram na mesma data que foi deflagrada a Operação Stop Spooler, que investiga suspeita de R$ 26 milhões de superfaturamento e fraude em licitação.

A delegacia foi criada em junho deste ano, a partir do Grupo Especial de Combate à Corrupção, que existe desde 2019. A unidade fica no Setor Aeroviário, em Goiânia.

Comentários