Cidades

No debate sobre saúde, Fabio Basilio é nome reconhecido

Fabio Basilio e pre-candidato a vereador em Goiânia. Presidente licenciado do SINFAR (Sindicato dos Farmacêuticos de Goiás), professor universitário por mais de 20 anos, levanta debate sobre saúde pública e valorização profissional.

diario da manha

Fabio Jose Basilio, natural de Goiânia, pre-candidato a vereador na capital, Fabio é o presidente licenciado do SINFAR (Sindicato dos Farmacêuticos de Goiás). Professor universitário por mais de 20 anos, reconhece na educação a saída para os problemas sociais do Brasil, em especial a atenção prioritária a educação infantil, responsabilidade do poder municipal e atribuição de fiscalização do vereador, cargo que postula.

Para o jornal Diário da Manhã, o pre-candidato narrou ao jornalista Douglas Bucalem, os seus projetos para um provável mandato.

O pre-candidato acumula a formação nos cursos de farmácia e bioquímica, egresso da UFG, também se especializou em saúde pública. Como pesquisador sempre trouxe ao debate sobre saúde, grandes contribuições, segundo Fabio 65% dos goianiense tem a saúde como sua principal preocupação.

Servidor público concursado, garante que os profissionais de saúde não são valorizados pela administração pública. Com estrutura precarizada, unidades de atendimentos sem equipamentos, e profissionais com salários defasados. Motivo que o incentivou a ingressar na luta sindical, organizando diversos atos e frentes de greve.

Para Fabio Basilio a atuação do farmacêutico é de estrema importância, pois é este profissional que está na ponta do atendimento ao cidadão, tanto nas farmácias, como nas Unidades Básicas de Saúde, hospitais e unidades similares. Goiânia conta com mais de 4 mil profissionais da área, da totalidade de 11 mil profissionais em Goiás. Sendo que 5% destes são funcionários públicos, 75% estão alocados em farmácias e 20% na indústria.

O pre-candidato é bastante reconhecido por seus pares, e tem uma grande adesão na categoria. Foi também presidente do SIND-SAÚDE, e ajudou na construção da CTB-Goiás (Central Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil).

Um dado interessante é a atuação do bacharel em farmácia que trabalha no setor de produção de medicamentos. Como esses profissionais são recrutados em sua maioria como analista de produção, recebem um piso bem menor do que o farmacêutico.

A luta do SINFAR e do presidente licenciado sempre foi pela equiparação deste piso, do analista de produção, para corrigir esta anomalia que prejudica os trabalhadores que optam pela atividade no setor.

Como vereador, Fabio tem a pretensão de pautar e fiscalizar a educação de base, e a atenção básica de saúde, fiscalizando as ações do poder múnicipal e o uso da máquina administrativa e dos recursos específicos, nas 2 frentes, consideradas por ele, basilares na sobrevivência do cidadão, em especial os mais vulneráveis.

Comentários