Cidades

Cinco vencem batalha contra Covid-19 e recebem alta do hospital de Itumbiara

Pacientes têm idades entre 44 e 85 anos

diario da manha
Foto: Reprodução

Emoção e esperança foram os sentimentos que tomaram conta do Hospital Regional de Itumbiara São Marcos, cinco pacientes se recuperaram da Covid-19, infecção causada pelo novo coronavírus, receberam alta da unidade de saúde e vão seguir em casa com a fase final da recuperação.

A saída dos pacientes foi comemorada com aplausos e muita comoção de familiares e da equipe de saúde que os acolheu, ação simboliza vitória contra o vírus. Os recuperados da doença também não esconderam a felicidade em vencer a batalha contra a Covid-19.

Os pacientes têm idades entre 44 e 85 anos e deram entrada no hospital com sintomas parecidos: falta de ar, fraqueza, tosse e febre. Nenhum deles precisou ser encaminhado para Unidade de Terapia Intensiva (UTI). Um dos pacientes, Ivaniltom Pereira dos Santos, de 44 anos, não escondeu a emoção de receber alta, ao deixar a unidade de saúde, Ivaniltom leu um poema que escreveu para a equipe do hospital.

“O importante é que eu sobrevivi. Sim, o importante é que eu sobrevivi. O não do Covid quis me parar, tentou tirar meu ar, desestabilizou minha emoção, quis rasgar meu coração. Mas o importante é que eu sobrevivi. O sim do Deus vivo, do médico dos médicos, é quem define, é quem decide pela vida ou a morte. O soberano Deus decretou a minha vitória, mudou o quadro e a história, devolveu ar para os pulmões, trouxe paz que expulsou a tensão. Só me resta gratidão, e respeito, e admiração pelo Senhor da Criação. Sim, o importante é que eu sobrevivi, as dores foram inevitáveis, mas entrega foi opcional. Não desisti, eu resisti, pois sabia que não era o fim. O importante é que eu sobrevivi”, declamou.

Devido a evolução do quadro de saúde dos pacientes e a dedicação dos profissionais de saúde que estão na linha de frente, os pacientes se recuperaram do vírus e acabam de entrar para a estatística dos mais de 58 mil pacientes curados da Covid-19 em Goiás.

Comentários