Cidades

Suspeito de matar mãe e filha é preso cinco anos após o crime

O que motivou o assassinato é que a esposa de Reginaldo, seria amiga de Larissa, que teria a convidado para sair, ir a festas

diario da manha

Um homem foi preso na última segunda-feira (1º) suspeito de participar de oito homicídios na região noroeste, em Goiânia. Leandro Lima Silva, com a colaboração do irmão, Reginaldo Lima Silva, que foi morto em confronto com a polícia em novembro de 2019, é suspeito de matar Kaique Silva de Sousa de 20 anos, também no ano passado.

O crime aconteceu no Setor Cândida de Morais, em Goiânia por guerra de facções criminosas. Os irmãos são investigados também pela morte de Larissa Menezes de Paiva, de 19 anos, e da filha Jhordana Menezes dos Santos, de quatro anos. A Polícia Civil por meio da Delegacia Estadual de Investigações de Homicídios (DIH) investiga este crime e verifica a participação de Leandro.

Segundo a Polícia, o que motivou o assassinato é que a esposa de Reginaldo, que estava preso na época, seria amiga de Larissa, que teria a convidado para sair, ir a festas. Isso deixou Reginaldo contrariado e mandou seu irmão matar a mãe e a filha. Elas foram mortas dentro de casa a tiros, quando os suspeitos chegaram a pé e efetuaram os disparos.

O crime ocorreu em 2015, a mãe de Larissa, que também estava em casa, levou um tiro de raspão no braço, mas foi socorrida no local. A irmã de Larissa, Lorrane Menezes lamentou o crime alegando que a jovem era uma pessoa boa. “Meu Deus, levou duas vidas inocentes”, afirmou, chorando.

Comentários