Cidades

Romaria 2020 é cancelada por recomendação do Ministério Público de Goiás

Após o anúncio de que a Romaria do Divino Pai Eterno seria realizada de forma virtual, AFIPE divulgou hoje a nota de cancelamento do evento.

diario da manha
Foto: Reprodução

Nesta quarta-feira (27), a assessoria de imprensa do Santuário Brasílica do Divino Pai Eterno, divulgou a nota de cancelamento da Romaria do Divino Pai Eterno 2020. Por recomendação do Ministério Público de Goiás o evento não acontecerá neste ano devido à pandemia nem mesmo pelos meios virtuais como havia sido anteriormente divulgado.

No último dia 15 de maio a AFIPE anunciou que a Festa de Trindade seria realizada na data tradicional, porém, somente pelos meios de comunicação e sem a presença de fiéis nas celebrações, mas por meio de uma nota divulgada hoje (27), ficou determinado o cancelamento do evento.

“Recebemos do Ministério Público do Estado de Goiás a Recomendação Nº 16/2020, feita pelo Promotor de Justiça, titular da  2ª Promotoria de Justiça da Comarca de Trindade, Sr. Dr. Francisco Bandeira de Carvalho Melo, pelo cancelamento da Romaria 2020”, dizia o documento.

De acordo com a assessoria de imprensa do Santuário localizado em Trindade mesmo com o anúncio de que a realização da Romaria seria somente pelos meios de comunicação, sem celebrações abertas para a participação dos fiéis, chegou ao conhecimento deles que romeiros de vários lugares do país continuavam a se preparar para fazer a peregrinação até a cidade.

Diante desse cenário e das projeções de avanço do novo coronavírus, para o promotor de Justiça, da  2ª Promotoria de Justiça da Comarca de Trindade, Francisco Bandeira de Carvalho Melo, poderia haver aglomeração de pessoas com a possibilidade de desobediência individual das recomendações, o que colocaria em risco a saúde pública. 

“Nesse sentido, mesmo com todos os cuidados planejados que seriam tomados pelos organizadores da Romaria e pelos órgãos competentes do Município de Trindade e do Estado de Goiás, concluímos que seria um grande risco aos romeiros e à população de modo geral”, dizia a nota.

Comentários