Cidades

Governo de Goiás restaura o Cavalhódromo de Pirenópolis para a 200ª edição das Cavalhadas

A encenação das batalhas entre mouros e cristãos ocorre este ano entre maio e junho e a expectativa é que 20 mil pessoas acompanhem o evento cultural; Estado investirá R$ 2 milhões na obra

diario da manha

Ponto alto da Festa do Divino Espírito Santo e uma das mais belas demonstrações da fé cristã, as tradicionais Cavalhadas de Pirenópolis completam 200 anos em 2020. E a intenção do Governo de Goiás, por meio da Companhia de Desenvolvimento Econômico de Goiás (CODEGO), é restaurar para esta edição especial o Cavalhódromo – Arena Multiuso Ulisses Jayme, que sofre há anos com a deterioração. Uma licitação foi lançada pela CODEGO e a previsão de investimento é de aproximadamente R$ 2 milhões com a obra.

O presidente da Codego Marcos Cabral e o diretor administrativo Carlos César Toledo inspecionam o Cavalhódromo

“O governador Ronaldo Caiado nos solicitou que fizéssemos um projeto executivo de restauração do Cavalhódromo e o nosso corpo técnico já realizou a inspeção para que possamos desenvolver esse projeto o mais rápido possível. Vamos fazer um esforço muito grande para deixar tudo pronto e entregar o local em perfeitas condições para essa grande festa cultural e religiosa, que é uma das maiores do Brasil”, afirmou o presidente da CODEGO, Marcos Cabral.

O Cavalhódromo está precisando de reparos a mais de 15 anos.

Segundo o secretário municipal de Cultura, Esporte, Lazer e Juventude, Carlos Rego, para esse ano são esperadas entre 15 mil e 20 mil pessoas para as Cavalhadas, ponto alto da Festa do Divino Espírito Santo de Pirenópolis, que detém o título de Patrimônio Cultural do Brasil concedido pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan).

“A Festa do Divino é o evento mais importante do nosso município. E para nós as Cavalhadas já começaram. Temos algumas missas, rezas, todo um processo de treinamento dos cavalheiros acontecendo. Essa preparação começa com antecedência. Existem vários grupos da cidade que vivenciam essa experiência o ano todo, além de movimentar a nossa economia e o turismo. Devemos receber turistas até de fora do País este ano”, destacou Carlos Rego.

O secretário ressalta que a revitalização da arena foi iniciada há 15 anos pelas gestões estaduais passadas. “Mas na realidade ela nunca foi entregue. Ela é do Estado, a Prefeitura ajuda, e tem uma Associação esportiva que toma conta. Então essa proposta chega em um momento importantíssimo para nós. Estava realmente precisando, porque temos um problema sério de infiltração e pintura. E depois utilizaremos também em outros eventos esse espaço. É um benefício para a população. A arena é utilizada nos campeonatos de futebol amador, treinos da escolinha de futebol e principalmente para as Cavalhadas.”

Estrutura

A Arena Multiuso Ulisses Jayme tem área construída de 6,9 mil metros quadrados, cinco pavimentos, com arquibancadas, vestiários, bares, sanitários públicos, tribuna para autoridades, cabines de rádio e televisão, camarotes, salas de exposição e recepção, enfermaria e posto policial.

E a vistoria realizada pela equipe técnica da CODEGO identificou que as arquibancadas, passarelas e rampas de acesso apresentam infiltração, causando danos às instalações inferiores. Foram constatadas ainda patologias estruturais, instalações hidrossanitárias deficitárias, rede elétrica com problemas, esquadrias danificadas e erosões ao fundo do estádio.

O objetivo da Companhia é promover as correções necessárias e entregar a obra em tempo hábil para a realização das Cavalhadas.

Os serviços que serão realizados no local são:

– Demolições de pisos e revestimentos;

– Regularização de pisos;

– Revestimentos em argamassa de cimento e areia e cerâmicos;

– Impermeabilizações;

– Drenagem superficial e profunda;

– Instalações elétricas;

– Instalações hidrossanitárias;

– Pinturas;

– Plantio de grama.

Comentários