Cidades

Boato de coronavírus viraliza e aterroriza grávida dentro de casa

Vizinhos apedrejam casa de gestante com suspeita de ter contraído Covid 19

diario da manha

Um técnico de som procurou a Polícia Civil para registrar um boletim de ocorrência em Águas Lindas de Goiás, no entorno do Distrito Federal, para denunciar um ato de crueldade dos vizinhos, que diante de uma suspeita de contaminação do Covid 19, apedrejaram a casa de sua irmã, que tem 41 anos e está grávida.

O caso aconteceu logo após uma gravação ser compartilhada por várias pessoas da cidade alegando que a mulher estava contaminada com coronavírus. A vítima relatou que foram muitas pedras jogadas no telhado, “fiquei apavorada, foi como se estivesse chovendo pedra no telhado da residência”, conta.

“O áudio diz que ela estava com coronavírus e que iria espalhar por toda cidade. A gravação foi compartilhada por uma funcionária de um hospital onde ela procurou atendimento por que estava com sintomas de gripe. Não queria que minha irmã passasse por isso, os vizinhos agiram sem pensar, é muito perigoso jogar pedra na casa de uma pessoa, ainda mais gestante”, conta o irmão da dona da casa.

O técnico de som disse que viajou a trabalho ao Paraná e não à Itália. Ele afirma ter feito teste para saber se estava bem de saúde, mas que aguardava o resultado.

Na semana passada, a grávida foi até um hospital da cidade com sintomas de gripe. De acordo com o técnico de som, após ser atendida na unidade de saúde, a gestante foi encaminhada para o Hospital de Doenças Tropicais (HDT) em Goiânia, sob suspeita de contaminação, mas o resultado do exame para o novo vírus foi negativo. Ela recebeu diagnóstico médico de pneumonia e foi liberada para retorna à sua cidade.

Foi na chegada à sua casa em Águas Lindas de Goiás, que aconteceu a caso de apedrejamento. No boletim de ocorrência que foi registrado relata que a Polícia Militar foi até o local para atender a moradora, mas disse que não foi possível responsabilizar ninguém por que no momento as pessoas já haviam se dispersado.

*Com Informações do G1

Comentários