Cidades

Polícia analisa se sangue e fios de cabelo encontrados são de gerente de hipermercado que desapareceu em Goiás

As amostras serão analisadas pela Polícia Técnico-Científica para saber se as mesmas pertencem ou não a Fernanda.

diario da manha
Foto: Arquivo pessoal

A Polícia Civil encontrou um pedaço de madeira com manchas de sangue e fios de cabelo durante a investigação do desaparecimento da gerente de hipermercado Fernanda Souza Silva de 33 anos, desaparecida há uma semana em Bela Vista de Goiás.

O material foi encontrado na terça-feira (18) na zona rural de Bela Vista de Goiás, Região Metropolitana de Goiânia, onde Fernanda Souza Silva mora, e será analisado mediante amostras de saliva coletadas da mãe e da irmã de Fernanda no Instituto de Criminalística de Goiânia.

As amostras serão analisadas pela Polícia Técnico-Científica para saber se as mesmas pertencem ou não a Fernanda. No último dia 12, ela saiu do trabalho em Goiânia e voltou para Bela Vista de Goiás. Câmeras de segurança registram o carro passando por uma rua. Depois, saiu novamente e não foi mais vista

O principal suspeito do desaparecimento da jovem é o namorado, Alan Pereira dos Reis, de 25 anos, que foi preso na terça-feira (18), em Marianópolis do Tocantins, na região oeste do estado, após apresentar uma CNH falsa. Policiais de Goiás foram buscá-lo no Tocantins.

A mãe de Fernanda, Fátima de Souza espera que a prisão do jovem possa trazer respostas sobre o paradeiro da filha. Contudo Alan ainda não foi interrogado.

A irmã da gerente, Vilma de Souza, diz que tem esperanças de encontrar Fernanda viva e bem.

“Pelo menos agora a gente vai saber onde ela está porque nós não aguentamos mais. Até o último momento eu creio em Deus, quero muito encontrar ela viva”, disse.

*Com informações do G1

Comentários

Mais de Cidades

29 de julho de 2019 as 16:33

Nota de Falecimento

15 de maio de 2019 as 15:55

16°CRPM EM AÇÃO

15 de maio de 2019 as 15:53

CPC EM AÇÃO