Cidades

Música para pacientes em Jaraguá

Projeto Melodias que Curam leva alegria e distração para internos, acompanhantes e colaboradores no Hospital Estadual de Jaraguá. Pacientes agradecem e criam interação positiva

diario da manha

Por Hélmiton Prateado

O Hospital Estadual de Jaraguá Dr Sandino de Amorim (HEJA) tem um projeto de sucesso que integra colaboradores, pacientes e acompanhantes através da música. A iniciativa é da diretoria de Humanização da unidade que batizou a ação proativa como “Projeto Melodias que Curam”.

De acordo com a diretora de Humanização, Helga Jaime de Oliveira, o objetivo é imprimir alegria e distração ao ambiente hospitalar visando a boa recuperação dos pacientes e uma boa estada aos acompanhantes.

Uma colaboradora do hospital, Bruna Pereira, foi a voluntária da vez nessa quinta-feira tocando violão e cantando músicas de fundo religioso e incentivando os ouvintes a elevaram sua auto-estima.

“Ouvir músicas que falam de Deus e do resgate que Ele pode fazer em nossas vidas é sempre gratificante e dá uma ajuda substancial a quem participa de uma ação engrandecedora assim”, resume Helga.

A cantora percorreu os corredores do HEJA e entrou nas enfermarias cantando ao lado dos leitos com participação de pacientes e acompanhantes. Alguns foram às lágrimas e todos elogiaram a iniciativa, pedindo que isso seja mantido em outras oportunidades.

Aline de Oliveira Moreira, 21, está se formando em Biomedicina e está internada no HEJA para tratar de um problema renal. Ela enalteceu o tratamento humanizado que todos os pacientes recebem no hospital e agradeceu a cantoria nos leitos, que segundo ela serve para abrandar as dificuldades encontradas em um leito de hospital.

Aline Oliveira formanda em Biomedicina está internada na unidade e agradeceu a iniciativa.

“Aqui todos são muito atenciosos e muito dedicados ao cuidado conosco. Desde pessoal da alimentação e técnicos que nos dão toda assistência até os médicos que são de um profissionalismo poucas vezes encontrado. Além disso recebemos atenção global, como psicólogos, enfermeiros, fisioterapeutas, assistentes sociais, enfim só temos palavras para elogiar e agradecer”, ressaltou.

Para Aline a cidade de Jaraguá e região estão muito bem servidos de uma unidade hospitalar que dá um tratamento diferenciado para a comunidade. “Temos uma unidade de saúde que prioriza a humanização do atendimento, com profissionais competentes e muito dedicados”.

A diretora-geral do HEJA, Marlene Silva, lembrou que o IBGH (Instituto Brasileiro de Gestão Hospitalar), Organização Social gestora da unidade capacita seus colaboradores constantemente para darem atenção acima da média para todos os pacientes e acompanhantes. “Nossa meta é entregar um serviço de saúde de qualidade, de forma diferenciada e dentro das diretrizes da Secretaria Estadual de Saúde e do Governo de Goiás”, finaliza.

Comentários

Mais de Cidades

29 de julho de 2019 as 16:33

Nota de Falecimento

15 de maio de 2019 as 15:55

16°CRPM EM AÇÃO

15 de maio de 2019 as 15:53

CPC EM AÇÃO