Cidades

Suspeito de esfaquear ex e ameaçar colocar fogo nela é preso

A Justiça determinou a prisão em junho, mas o homem não tinha sido encontrado desde a época do crime

diario da manha
Foto: Reprodução

Na última sexta-feira (22/11), um motorista de aplicativo suspeito de esfaquear a ex e ameaçar colocar fogo nela foi preso, em Formosa, no Entorno do Distrito Federal. Em um áudio, ele diz que após matar a vítima, ia “ficar sorrindo”.

O crime aconteceu no mês de maio deste ano. De acordo com as investigações, Carlos Eduardo Soares de Farias, de 38 anos, esfaqueou a ex-mulher três vezes. Ela ficou quatro dias internada e sobreviveu.

O casal ficou junto por 13 anos e se separou nove meses antes do crime. Segundo a polícia, em um áudio enviado pelo suspeito, ele afirma que vai colocar fogo na ex-mulher viva e ficar sorrindo depois do crime. Ele também diz ia dar três tiros na cabeça dela.

Suspeito de esfaquear ex estava escondido na casa da avó

A Justiça determinou a prisão em junho, mas o homem não tinha sido encontrado desde a época do crime. Segundo a Polícia Militar do Estado de Goiás (PMGO), ele fugiu da cidade por alguns meses e voltou a Formosa há pouco tempo. Após uma denúncia anônima ele foi preso.

O aspirante da PM Diogo Antunes, afirma que o suspeito estava escondido na casa da avó. “Recebemos essa informação e ficamos vigiando a região e conseguimos prendê-lo hoje. Ele já sabia que era procurado e não negou o crime”, revela.

Carlos Eduardo foi levado à Delegacia Especializada no Atendimento à Mulher de Formosa e depois encaminhado ao presídio da cidade. Segundo a Polícia Civil do Estado de Goiás (PCGO), ele só deve ser interrogado na Justiça.

Com informações do G1

Comentários

Mais de Cidades

29 de julho de 2019 as 16:33

Nota de Falecimento

15 de maio de 2019 as 15:55

16°CRPM EM AÇÃO

15 de maio de 2019 as 15:53

CPC EM AÇÃO