Cidades

Jovem é morto a tiros em Caldas Novas

Testemunhas contaram à polícia que o indivíduo em uma moto escura fugiu do local após o crime

diario da manha
Foto: Reprodução

Um jovem de 20 anos foi morto a tiros na tarde do último domingo (22/9) no setor Paraíso II, em Caldas Novas, a 152 quilômetros de Goiânia.

Conforme relatado pela Polícia Militar do Estado de Goiás (PMGO) no Registro de Atendimento Integrado (RAI) das forças policiais de Goiás, uma equipe da PM foi chamada para atender a ocorrência pelo Centro de Operações da Polícia Militar (Copom).

A equipe se deslocou até o local informado e identificou a vítima como Rafael Pereira Trindade, de 20 anos, que foi encontrado dentro de um carro do modelo Chevrolet/Vectra azul, alvejado por tiros de arma de fogo e sem sem vida.

Suspeito de matar o jovem a tiros, estava em uma motocicleta

A polícia afirmou que testemunhas relataram que no momento do crime, o suspeito do crime passou pela região, momento que os moradores ouviram barulhos como disparos de arma de fogo. Algumas testemunhas alegaram que viram um rapaz em uma moto de cor escura, com camiseta azul e capacete escuro saindo do local após o crime.

Esses foram os únicos detalhes que as testemunhas repassaram aos policiais, pois não conseguiram anotar a placar do veículo e outras características do suspeito. O Serviço de Atendimento Móvel de Urgências (SAMU) foi chamado para atender a ocorrência, mas a equipe de socorrista apenas constatou o óbito de Rafael.

Polícia Técnico Científica (PTC) e Instituto Médico Legal (IML) estiveram no local para perícia da cena de crime e remoção do cadáver da vítima. O corpo de Rafael ficou aos cuidados do IML para ser submetido ao exame cadavérico e constatar quantos disparos atingiram a vítima.

Conforme divulgado pela polícia, o carro no qual Rafael foi encontrado, foi apreendido e guinchado para o pátio da Delegacia de Polícia de Caldas Novas.

O caso é investigado pelo Grupo de Investigação de Homicídios (GIH) de Caldas Novas e até o momento ninguém foi preso, e não há informações sobre a motivação do assassinato.

Comentários