Cidades

Traficante é preso com 80 quilos de maconha em Terezópolis de Goiás

O suspeito foi atuado em flagrante na sede da Decar, em Goiânia, pelos crimes de tráfico internacional de drogas e por receptação e uso de documento falso.

diario da manha
Foto: Reprodução

Traficante internacional de drogas é preso após compartilhamento de informações entre as equipes da Delegacia Estadual de Repressão a Furtos de Cargas (Decar) e do Grupo de Patrulhamento Aéreo (Graer) da Polícia Militar do Estado de Goiás (PMGO). Paulo Henrique dos Santos Silva, de 33 anos, foi preso na noite da última quarta-feira (31/7), em Terezópolis de Goiás, a 32 quilômetros de Goiânia, Região Central do Estado de Goiás.

A droga foi encontrada em um veículo roubado, as equipes das Polícia Civil e Militar do Estado de Goiás, apreenderam 78 peças de maconha, que correspondiam a quase 80 quilos, que estavam escondidas dentro do veículo. A apreensão foi realizada após uma denúncia anônima e as drogas estavam escondidas em diversas partes do veículo, como: bancos, painel, teto e portas.

Momento em que a polícia apreende a droga

Os policiais tiveram que rasgar os bancos do carro, pneus e abrir a lataria do veículo para conseguir retira a droga. Para cortar o veículo e verificar se havia mais entorpecentes escondidos, os policiais precisaram do auxílio do Corpo de Bombeiros Militar do Estado de Goiás (CBMGO).

Traficante teria adquirido a droga no Paraguai

Foram encontradas mais 18 peças de maconha, na residência de Paulo Henrique, no entorno de Brasília. Segundo os policiais o traficante teria adquirido as drogas no Paraguai e elas seriam distribuídas em Goiânia e Região Metropolitana.

O suspeito foi atuado em flagrante na sede da Decar, em Goiânia, pelos crimes de tráfico internacional de drogas e por receptação e uso de documento falso. O veículo utilizado por Paulo Henrique era clonado e o documento era falsificado. Além disso, ele possui passagens por crimes, como: calúnia, ameaça, apropriação indébita e agressão.

O homem é dono de uma garagem de carros em Itapaci, a 220 quilômetros de Goiânia. As investigações ainda estão em aberto, com a finalidade de apurar o envolvimento de outras pessoas, os policiais estão em busca de outro suspeito, que estava no veículo, mas conseguiu fugir.

Comentários