Cidades

Programa EJA-TEC amplia as possibilidades para que alunos cursem o Ensino Médio por meio da Educação à Distância

O curso é gratuito e as vagas são abertas a todos os jovens com idade igual ou superior a 18 anos completos que já tenham concluído o Ensino Fundamental ou equivalente

diario da manha
Foto: Reprodução

Com o objetivo de ampliar a oferta de vagas para a educação de jovens e adultos (EJA), a Secretaria Estadual da Educação de Goiás (Seduc) criou este ano o programa EJA-TEC, Educação de Jovens e Adultos na modalidade de ensino à distância. O curso é gratuito e as vagas são abertas a todos os jovens com idade igual ou superior a 18 anos completos que já tenham concluído o Ensino Fundamental ou equivalente.

O período para a pré-matrícula está aberto e para se inscrever basta acessar o site www.matricula.go.gov.br/ejatec. Depois de fazer a inscrição pela internet, o candidato deverá procurar a sede da Escola-Polo escolhida por ele e apresentar a documentação (originais e cópias do RG, Certidão de Nascimento ou Casamento, CPF e comprovante atual de residência com CEP).

A principal vantagem do EJA-TEC é proporcionar ao aluno a praticidade de poder estudar com a ajuda de um tablet, smartphone ou computador. O curso de EJA Ensino Médio à distância tem duração de 18 meses (três semestres) e carga horária de 1.200 horas, sendo 400 horas delas semestrais. Segundo Divino Bueno, 80% dessa carga horária será à distância e 20% presenciais. Ao todo serão promovidos seis encontros presenciais obrigatórios, sendo que estas aulas serão ministradas nos laboratórios de informática da Escola-Polo indicada pelo aluno.

Início das aulas

A previsão da Seduc Goiás é atender incialmente cerca de 2.700 estudantes no Primeiro Semestre (1ª série) da Terceira Etapa (Ensino Médio) no turno noturno. O curso do EJA-TEC foi planejado de forma a ser dinâmico e flexível, ampliando as chances do aluno que não teve condições de concluir o Ensino Médio presencial padrão na época certa de conquistar o seu certificado de conclusão.

O projeto piloto do programa será realizado em nove Centros de Educação de Jovens e Adultos de sete municípios, que são Anápolis, Aragarças, Formosa, Caldas Novas, Catalão, Iporá, Ceres e Goiânia.

tags:

Comentários