Cidades

Jovem pode ter sido morto por engano, em Goianésia

Testemunha ouviu suspeitos afirmarem que erraram o alvo, durante a fuga.

diario da manha
Foto: Reprodução

Um jovem de apenas de 18 anos foi morto a tiros e uma moça baleada na noite da última quinta-feira (25/7) em um bar de Goianésia, a 170 quilômetros de Goiânia.

O DM Online entrou em contato com a Polícia Civil do Estado de Goiás (PCGO) no município em busca de mais detalhes sobre a ocorrência. O agente Eurico que esteve na ocorrência, informou que a vítima foi identificada como Wesley Martins, de 18 anos, e que o rapaz não tinha passagens pela polícia.

Conforme o agente da PC, ao chegar ao local, testemunhas relataram que os suspeitos chegaram em um carro de passeio e desceram atirando contra o rapaz. De acordo com as informações, foram mais de 10 disparos que atingiram Wesley e uma moça que estava no bar, que não tinha nada haver com a situação.

Polícia acredita que jovem foi morto por engano, pois testemunha ouviu suspeitos afirmarem que eles erraram o alvo antes da fuga

De acordo com as informações da polícia, uma testemunha do homicídio, ouviu o momento que os suspeitos disseram “não era o cara” e fugiram logo depois do crime. Segundo o agente da PC, Wesley foi morto com tiros de uma arma calibre .380 e trabalha nesse momento com a hipótese do jovem ter sido por engano, devido ao diálogo que entre suspeitos, que uma testemunha ouviu.

Segundo o agente ele não conseguiu precisar um número de tiros que alvejaram Wesley e nem a região do corpo que o rapaz foi atingido, pois saiu momentos depois em busca de prender os suspeitos do homicídio.

A jovem por sua vez não teve o nome divulgado e foi socorrida para Unidade de Pronto Atendimento (UPA) da cidade para receber atendimento médico. O caso é investigado pelo Grupo de Investigação de Homicídios (GIH) de Goianésia e até o momento não informações sobre a motivação e autoria do crime.

Comentários