Brasil

Caso Henry: mãe do menino de 4 anos foi a um salão de beleza no dia seguinte ao enterro do filho

No estabelecimento ela realizou os serviços de manicure, pedicure e escova, totalizando R$ 240.

diario da manha

Monique Medeiros da Costa e Silva, mãe de Henry Borel Medeiros de 4 anos, foi a um salão de beleza no Shopping Metropolitano, na Barra da Tijuca, no dia seguinte ao enterro do filho. No estabelecimento ela realizou os serviços de manicure, pedicure e escova, totalizando R$ 240 em serviços.

Monique frequenta o local desde novembro do ano passado, dois meses após conhecer o vereador Jairinho, durante um almoço profissional no Village Mall.

Em depoimento prestado na delegacia, Monique contou que ela e Jairinho encontraram  Henry caído no chão com mãos e pés gelados e olhos revirados.

De acordo com o depoimento, o casal teria se arrumado e o levado o menino ao Hospital Barra D’Or. Segundo as médicas pediatras que atenderam o menino na emergência ele já chegou morto e com as lesões descritas no laudo de necropsia.

Os documentos apontam hemorragia interna e laceração hepática , provocada por ação contundente, e que seu corpo apresentava equimoses, hematomas, edemas e contusões.

O advogado André França Barreto, que representa Jairinho e Monique , foi procurado pelo jornal Extra, mas não quis comentar sobre a ida de Monique ao salão de beleza.

Comentários