Brasil

'Não caiu a ficha', diz Ana Maria Braga sobre morte de Tom Veiga

“Quando vejo ele assim, além da saudade, ainda não realizei essa história, não caiu a ficha. É um pesadelo, não é verdade que esse menino foi embora. As pessoas aqui têm a mesma sensação, uma sensação muito boa, de pessoas que fazem a diferença. Só isso que a gente deixa no mundo”, realçou a apresentadora

diario da manha
Foto: Reprodução/AnaMariaBraga.globo.com

A apresentadora Ana Maria Braga disse nesta segunda-feira (7) que “não caiu a ficha” sobre a perda do companheiro Tom Veiga, intérprete do Louro José. Durante exibição de uma receita no programa matinal “Mais Você”, da TV Globo, ela se emocionou nos momentos em o amigo manipulou o boneco. As informações são da revista IstoÉ.

“Quando vejo ele assim, além da saudade, ainda não realizei essa história, não caiu a ficha. É um pesadelo, não é verdade que esse menino foi embora. As pessoas aqui têm a mesma sensação, uma sensação muito boa, de pessoas que fazem a diferença. Só isso que a gente deixa no mundo”, realçou.

“Quando você nasce, te dão um nome. E quando você parte, a única coisa que deixa não é o carro e a casa, é um nome. Poucas são as pessoas que conseguem fazer isso”, completou.

Tom Veiga morreu aos 47 anos no último dia 1° novembro, devido à um Acidente Vascular Cerebral (AVC), ocasionado por um aneurisma. O rosto de Tom não era conhecido do grande público, somente o fantoche que manipulou durante 24 anos, conforme o G1.

Comentários