Brasil

Homem é espancado até a morte, em Porto Alegre

Um desentendimento da vítima com os suspeitos teria ocasionado o espancamento, o caso é investigado pela Polícia Civil

diario da manha

Dois homens foram presos em Porto Alegre, no Rio Grande do Sul, suspeitos de espancar um homem negro até a morte, na noite da última quinta-feira (19/11) dentro de uma unidade do Supermercado Carrefour.

Segundo a publicação do G1, a vítima foi identificada como João Alberto Silveira Freitas, de 40 anos. E os suspeitos não tiveram os nomes revelados. Conforme a publicação um dos envolvidos é policial militar e foi levado para o presídio militar, o outro é segurança de uma loja e foi encaminhado para uma prédio da Polícia Civil.

A publicação traz ainda a possibilidade do pm estar trabalhando como segurança no supermercado, o que segundo os investigadores ainda não está claro.

De acordo com as informações divulgadas, a Polícia Militar (PM), levantou que houve um desentendimento entre a vítima e uma funcionária do supermercado. O homem que foi agredido pelos dois rapazes foi levado para a área de caixas da entrada da loja, e teria dado um soco no PM, dando início a briga, mas foi espancado logo depois.

Após a confusão e ser espancado pelos suspeitos, o Serviço de Atendimento Móvel de Urgências (SAMU) foi chamado para socorrer o homem, a equipe médica tentou reanimar a vítima, mas sem sucesso.

A Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoas de Porto Alegre (DHPP) investiga o caso, e tenta levantar as circunstâncias, em que tudo ocorreu. Segundo portal de notícias, existe um vídeos circulando nas redes sociais desde ontem a noite, e as imagens publicadas e também das câmeras de segurança do local vão ser analisadas para entender o que de fato aconteceu.

Em nota a rede de supermercados Carrefour lamentou o ocorrido e que já deu início a uma investigação interna para entender as circunstâncias do que houve, para então punir legalmente os responsáveis.

Comentários