Brasil

Taxa de mortes pela polícia cresce em 7% no Brasil no 1º semestre de 2020

Ao menos 3.148 pessoas foram mortas por policiais no primeiro semestre deste ano no Brasil. Goiás se recusa a passar os dados.

diario da manha

Segundo dados divulgados pelo portal G1 na manhã desta quinta-feira (03/09), ao menos 3.148 pessoas foram mortas por policiais no primeiro semestre deste ano no Brasil. O número é 7% mais alto que o registrado no mesmo período do ano de 2019, quando foram contabilizadas 2.934 mortes.

No demais, os casos de policiais que morreram dentro e fora de serviço, também apresentaram alta nos primeiros seis meses deste ano.

O levantamento foi feito com base nos dados oficiais de 25 estados e do Distrito Federal, onde foram solicitados aos Ministérios Públicos os casos de “confrontos com civis ou lesões não naturais com intencionalidade” envolvendo policiais na ativa. Goiás se recusa a passar os dados.

Dados revelam que

  • A taxa de mortes pela polícia ficou em 1,5 a cada 100 mil habitantes
  • O Rio de Janeiro é o estado com mais pessoas mortas no primeiro semestre (775 cidadãos), junto a maior taxa de policiais mortos (0,5 por 1 mil policiais)
  • O Amapá é o estado com a maior taxa de letalidade policial: 8,1 por 100 mil habitantes
  • O país teve 103 policiais assassinados nos primeiros seis meses do ano (24% a mais que em 2019, quando 83 oficiais foram mortos)
  • São Paulo é o estado com mais policiais mortos, totalizando 28 oficiais

É interessante ressaltar que o aumento de mortes neste ano aconteceu mesmo contendo poucas pessoas na rua, devido as medidas de isolamento social adotadas durante a pandemia do novo coronavírus.

A alta dos casos de policiais mortos e de pessoas mortas por policiais segue a tendência de aumento de violência registrada em todo o país no primeiro semestre deste ano. Dados do Monitor da Violência apontam que os homicídios cresceram 6% de janeiro a junho, interrompendo as quedas recordes de mortes violentas no Brasil nos últimos dois anos.

Comentários