Brasil

Presidente Bolsonaro faz piadas sobre gordo e misoginia durante live

Jair Bolsonaro faz piadas e incentiva o trabalho infantil ao lado de uma youtuber mirim

diario da manha

Na noite de ontem (10/9), o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) fez piadas sobre gordos e misoginia ao lado de uma youtuber mirim, além de incentivar o trabalho infantil, durante a sua live semanal realizada nas redes sociais. As informações são do portal UOL de notícias.

Bolsonaro conversava com Esther, de 10 anos, menina que se autointitula “repórter e apresentadora” e que já havia entrevistado o chefe do Executivo em outras duas ocasiões.

No decorrer da transmissão, o presidente da república, conversando com a youtuber sobre o “dia do gordinho“, fez comentário ofensivo a um integrante de sua equipe. “Se for comer o Terso, vai ser muita gordura. O urso vai passar mal”, disse Bolsonaro rindo.

O chefe do executivo também comentou sobre a acusação de ser misógeno. “Se eu não gosto de mulher, é sinal de que eu gosto de homem. Quem não gosta de mulher gosta de homem, é isso?”, indagou o presidente ironicamente.

Ademais, Bolsonaro no fim da live, incentivou o trabalho infantil ao mencionar a história de um menino que decidiu trabalhar como engraxate, em Goiás, e comprar um relógio para dar de presente ao pai no Dia dos Pais, no mês passado.

“Um garoto com caixa de engraxar, ele foi no relojoeiro para comprar um presente para o pai. O relojoeiro deu pra ele, devolveu o dinheiro, e parece que alguém do Ministério do Trabalho notificou o dono dizendo que estava fazendo apologia ao trabalho”, disse ele. “Deixa o moleque trabalhar. Eu trabalhei, aprendi a dirigir com 12 anos. Molecada quer trabalhar, trabalha. Hoje, se está na Cracolândia [em São Paulo], ninguém faz nada com o moleque“, reclamou o Presidente Bolsonaro.

Vídeo: Reprodução portal UOL de notícias

Comentários