Brasil

Após apresentar atestado de Covid-19, funcionária é flagrada por patroa em festa

diario da manha
Imagem ilustrativa / TV Globo

Nesta segunda-feira (21), a proprietária de uma sorveteria em Cuiabá foi até uma delegacia para fazer uma denúncia contra sua funcionária. A dona do estabelecimento contou que a jovem de 20 anos apresentou um atestado de Covid-19 e depois foi flagrada em uma festa. As informações são do O Livre.

De acordo com a mulher, sua funcionária enviou uma mensagem dizendo ter sido diagnosticada com o vírus e que recebeu um atestado para ficar em quarentena domiciliar por 13 dias. Ela acatou o pedido e liberou a jovem, mas para isso, foi firmado um termo de consentimento livre.

Leia também: Mulher atropela idoso, foge e depois descobre que era seu sogro

No entanto, 5 dias depois, a patroa viu fotos da funcionária comemorando sua festa de aniversário com várias pessoas reunidas. Imagens mostravam ninguém fazendo uso de máscara de proteção. Então, foi até a casa dela, em Várzea Grande, para buscar o atestado médico, mas somente sua mãe estava presente.

Portanto, ficou mais claro que a funcionária estava disseminando uma doença contagiosa ou mentiu sobre o atestado. Ainda segundo ‘O Livre’, o caso foi registrado como falsidade de atestado médico e será investigado pela Polícia Civil.

Leia também: “Coloco em locais que idiotas enchem o saco”, diz deputado bolsonarista sobre máscara

Comentários