Brasil

Novo ciclone: Sul do Brasil está em perigo

Santa Catarina e o sul e oeste do Paraná também seguem com tempo mais instável hoje, e a situação é de alerta. A previsão é de temporais e as rajadas de vento ficam entre 70 e 90km/h.

diario da manha
Foto: Climatempo

Uma nova frente fria e um novo ciclone extratropical começam a se formar sobre o Sul do Brasil nesta terça-feira. A população do sul deve redobrar a atenção hoje (7) e amanhã (8), de acordo com o instituto de meteorologia, há risco de alagamentos, enchentes, queda de árvores e destelhamentos, no Rio Grande do Sul.

Já chove em várias áreas do Rio Grande do Sul, e a situação pode se tornar crítica durante o dia. A previsão é de chuva forte e volumosa nesta terça, que pode vir com raios, granizo, e fortes rajadas de vento que até podem chegar aos 100km/h.

A tendência é de chuva mais intensa principalmente entre a região serrana do Rio Grande do Sul, a Grande Porto Alegre, região dos Vales e o norte e noroeste do Rio Grande do Sul.  A chuva forte e as rajadas de vento mais intensas devem ocorrer entre a tarde de hoje e a madrugada de amanhã.

Ciclone extratropical 

As projeções feitas pelos modelos de previsão numérica europeu (ECMWF) e pelo modelo norte americano (GFS) apontam para um ciclone menos intenso do que o que se formou no litoral do Rio Grande do Sul entre 30 de junho e 1 de julho de 2020.

Ambos os modelos estão prevendo a organização completa da baixa pressão atmosférica sobre a divisa do Rio Grande com Santa Catarina durante a noite de terça-feira, 7 de julho, mas com pressão acima de 1000 hPa.

A baixa pressão atmosférica se desloca para o mar, entre estes dois estados na madrugada/manhã de quarta-feira, 8 de julho, mas com valor próximo de 1000 hPa.

tags:

Comentários