Brasil

Whindersson reage a declaração de Bolsonaro sobre mortes pela covid-19: “Então morre, satanás”

diario da manha

Em seu perfil no Twitter, o comediante Whindersson Nunes criticou uma declaração do presidente Jair Bolsonaro sobre as mortes por coronavírus.

Na última terça-feira (2), em conversa com apoiadores que o aguardavam na portaria do palácio, uma apoiadora religiosa pediu “uma palavra de conforto nessa hora”, se referindo ao número de mortos pelo vírus. Bolsonaro respondeu: “Eu lamento todos os mortos, mas é o destino de todo mundo”.

Whindersson se indignou com fala do presidente e compartilhou o tweet, escrevendo: “Então morre, satanás”. Um seguidor criticou o comentário feito pelo ator. “É, cara, triste ver você agindo assim! Espero que essa fase passe logo e você volte a ser aquele cara bacana que sempre foi! Estamos orando por você”, disse.

“Se importar com esse cara e não se importar com 30 mil mortes, rapaz, essa conta tua aí tá fraca”, rebateu o humorista.

Whindersson sobre declaração de Bolsonaro: “Então morre, satanás”.

Comentários