Brasil

Sérgio Camargo rebate Alcione e classifica as músicas da artista como insuportáveis

Desprezo suas declarações, assim como sua insuportável "música", escreveu em seu twitter o presidente da Fundação Palmares em resposta as críticas da cantora

diario da manha

O presidente da Fundação Palmares, Sérgio Camargo respondeu na noite da última quinta-feira (4/6) as críticas da cantora Alcione, após os áudios vazados dele sobre as questões raciais. No twitter Sérgio Camargo afirmou classificou as declarações e as musicas da cantora como insuportável.

A confusão entre os dois, começou após um áudio do presidente da Fundação Palmares que classifica o movimento negro como “escória maldita” e ainda chamar Zumbi dos Palmares de “Filho da Puta”.

Após o vazamento do áudio a cantora participou de uma live que teve como tema “Umbanda e Candomblé” e aproveitou para tecer críticas a Sérgio Camargo. “Vi aquela matéria do Zé ninguém lá da Fundação Palmares, Ainda dou na cara dele para parar de ser sem noção”, disse Alcione durante a live.

A resposta do presidente da Fundação Palmares, respondeu na noite de ontem ao comentário da cantora. Em seu perfil no Twitter Sérgio Camargo afirmou que admira a cantora Jessye Norman e disse o seguinte sobre Alcione: “Admiro Jessye Norman, uma das maiores cantoras de ópera da história da música, não uma barraqueira que incita ao crime e à violência contra um negro que tem opiniões próprias. Desprezo suas declarações, assim como sua insuportável “música”.

Confira a publicação de Sérgio Camargo

Após os áudios vazados de Sérgio Camargo, a Procuradoria Federal dos Direitos dos Cidadãos (PFDC) entrou com uma representação contra o presidente da Fundação Palmares junto ao Ministério Público Federal (MPF) para investigar os áudios com as declarações de Sérgio Camargo que vazaram.

Comentários