Brasil

Weintraub está triste e quer se demitir

Segundo afirmou um auxiliar do ministro, "O ministro Weintraub quer se demitir, está muito triste e temeroso do futuro. Só não sabemos como, ele já advertiu o presidente Jair, quando não sei mas não vai demorar".

diario da manha

Em mais uma ofensiva do STF em desfavor de Weintraub, que também deverá responder por suposto crime de racismo, o então ministro chamado nos bastidores pelos colegas de “peito de pombo” (volumoso porém cheio de ar). Parece estar com a bola murcha. 

Extremamente vigiados, os moralistas de plantão que ocupam cargos no planalto, não estão conseguindo meter as mãos no dinheiro público devido a vigilância da sociedade e da imprensa. “Honestos? Até as portas dos motéis estão monitoradas, políticos da base evangélica evitam os locais. O preço do falso moralismo e muito caro para se pagar”. Comentou um pastor evangélico de Brasilia.

Na presença da Policia Federal, em depoimento sobre Fake News ficou em silêncio como garante o seu direito constitucional, na ditadura que tanto deseja ao próximo, talvez o ministro fosse convencido a falar após uma descarga de 220w nos testículos. 

Em outro inquérito acusado de racismo após Weintraub publicar um tweet em que insinuou que a China vai sair “fortalecida da crise causada pelo coronavírus”. 

Afirmou que neste novo caso não iria depor, depois em petição afirmou que vai sim mas não gostaria de ir. Mais como especulou-se que no final ele acabaria comaparecendo sem precisar estrear as pulseiras prateadas da PF, instituição que o ilustre Moro não quis aparelhar. Todo valentão no fundo é um covarde, e só bate na mulher em quatro paredes.

Feroz na reunião ministerial, onde “decretou” a prisão dos ministros do supremo a qual qualificou de vagabundos. Fora do calor uterino proporcionado pela presença do omnipotente Javé. Que encoraja os desvalidos de cérebro para dizer o que se bem entende. 

Longe da revoada esfumaçada, a guerra no campo progressista e constitucional é árdua. Mandatos vencem como yogurt nas prateleiras de supermercado. Sonhos cor de rosa com a ditadura: são apenas sonhos a serem sonhados como diz a canção.

Quem bate esquece, quem apanha não, estão surrando as conquistas democráticas e a constituição federal de 1988. Mas o tempo vai passando, as bravatas e as alegorias carnavalescas que são criadas pelos integrantes do planalto, “todos os dias as palhaçadas tem tido efeito e acobertado robustos esquemas de crimes e tem muita grana por trás disso”, comenta um senador goiano.

Mandatos acabam, o ambiente não esta fácil pra tirar vantagens de verbas públicas, falsos nacionalistas de plantão devem pular do barco. 

Segundo afirmou um auxiliar do ministro, “O ministro Weintraub quer se demitir, está muito triste e temeroso do futuro. Só não sabemos como, ele já advertiu o presidente Jair, quando não sei mas não vai demorar”.

Comentários