Brasil

McDonald's se posiciona sobre denúncias de assédio sexual feita por sindicatos

diario da manha

Após ser denunciado por Sindicatos em vários países na Organização para a Cooperação de Desenvolvimento Econômico (OCDE) por assédio sexual, a rede de fast food McDonald’s emitiu um posicionamento.

A matéria com as denúncias contra a rede de fast-food foi publicada ontem pelo Jornal Diário da Manhã e dão conta que pelo menos sete países fizeram a denúncia contra a rede, entre os Brasil.

Em seu posicionamento a empresa afiram que tem como prioridade as pessoas e entende que essas são o coração e alma de todos os restaurantes. Por isso estamos engajados em discussões para que o ambiente de trabalho seja o mais respeitos e inclusivo.

Confira o posicionamento do McDonald’s

O McDonald’s Corporation tem como prioridade as pessoas e entende que elas são o coração e a alma de todos os restaurantes. A companhia está engajada em conversas para promover ambientes de trabalho mais respeitosos e inclusivos. Acreditamos que temos a responsabilidade de agir quanto a essa questão e estamos comprometidos em promover continuamente mudanças positivas. Analisaremos a denúncia assim que a recebermos.

No Brasil, a Arcos Dorados, empresa que opera a marca McDonald´s, reitera seu total compromisso com a manutenção de um ambiente de trabalho inclusivo e respeitoso, não tolerando nenhuma prática de assédio ou discriminação. Em relação às queixas mencionadas no material divulgado hoje, informamos que já havíamos prestado todos os esclarecimentos ao Ministério Público do Trabalho e que também foi feita uma investigação pelo sindicato local diretamente com os funcionários dos restaurantes, que não confirmou essas denúncias. A empresa atua sob um rígido Código de Conduta e treina constantemente seus líderes e equipes no tema. Mantém, ainda, um canal de denúncias anônimo e exclusivo para seus funcionários relatarem qualquer prática em desacordo com seus valores. No Brasil, empregamos cerca de 50 mil pessoas e figuramos nos principais rankings de bons empregadores.

Comentários