Brasil

Ministro do STF suspende medida de Bolsonaro

Alexandre Moraes suspende medida provisória que restringia acesso a informações. A suspensão da medida foi um pedido da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB).

diario da manha
Foto: Reprodução.

Nesta quinta-feira (26), o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Alexandre de Moraes suspendeu os efeitos da medida provisória que limitava o acesso a informações. O presidente Jair Messias Bolsonaro (sem partido) por meio da medida desobrigado os órgãos da administração pública a atender solicitações de dados e documentos durante a crise de Covid-19.

A medida contrariava a obrigação de transparência contida na Lei de Acesso a Informação (LAI) que vigora desde o governo Dilma Rousseff. A lei tem o objetivo de prevenir a corrupção e controlar os atos dos gestores públicos.

Algumas entidades acharam a edição da medida provisória 928 contraditória e acreditam que o resultado de menos transparência é maior índice de corrupção e menor eficiência em políticas públicas, em um momento de crise é algo considerado grave pela Transparência Brasil – uma das entidades que acompanha a aplicação da lei.

“A transparência de dados faz-se ainda mais urgente, uma vez que só a divulgação dos dados nos permitirá compreender questões decorrentes da crise da saúde” diz a nota do Fórum Brasileiro de Segurança Pública que também se manifestou sobre a medida.

*Com informações do Folha Uol.

Comentários