Brasil

Justiça proíbe cultos nas igrejas de Silas Malafaia

Pastor convenceu aos fiéis a frequentarem os cultos em uma demonstração de fé durante a pandemia do coronavírus

diario da manha
Foto: Reprodução

Os cultos nas igrejas do Pastor Silas Malafaia foram proibidos pela Justiça do Rio de Janeiro. A informação publicada pelo UOL foi confirmada pelo Ministério Público do Rio de Janeiro (MP-RJ).

Conforme a publicação essa é a segunda tentativa de impedir os cultos nos templos da igreja dirigida por Malafaia, na primeira as celebrações não foram proibidas.

Vale ressaltar que em meio a pandemia mundial do Coronavírus, a recomendação da Organização Mundial da Saúde (OMS) para evitar a aglomeração de pessoas, inclusive com a suspensão dos cultos. Entretanto, Silas Malafaia, convenceu aos fiéis a irem aos templos participarem dos cultos, em uma demonstração de “fé”.

Na decisão o MPRJ salientou que conseguiu na Justiça que os cultos na Assembléia de Deus Ministério Vitória em Cristo (ADVEC) e o pastor Silas Malafaia deixem de fazer os cultos em suas igrejas.

Em caso de descumprimento da medida, a instituição religiosa vai ter que pagar multa diária de R$ 10 mil e conforme a decisão ficou definido que o governo do Rio de Janeiro e a prefeitura da capital carioca fiscalizem para impedir a realização dos cultos.

Comentários