Brasil

PMs fardados são flagrados bêbados em bar do Distrito Federal

Os dois militares foram presos disciplinarmente e vão ficar em um quartel até a instauração do Conselho de Disciplina

diario da manha

Enquanto uns aproveitavam o feriado de Carnaval outros tinham que trabalhar para garantir a segurança dos foliões, bom, pelo menos era assim que era para ser, pois dois policiais militares do Distrito Federal, foram flagrados fardados, bêbados e ingerido bebida alcoólica em um bar no Paranoá, na última terça-feira (25/2).

Os militares foram presos pela corporação de forma disciplinar e a Polícia Militar do Distrito Federal (PMDF) vai instaurar um procedimento administrativo para apurar o caso. Nas imagens gravadas por um aparelho de celular é possível ver os pms fardados consumido bebida alcoólica em um bar no Condomínio Residencial Novo Horizonte.

De acordo com as informações publicadas pelo G1 um dos militares é sargento da PMDF e faz parte da corporação há 18 anos, enquanto o outro pm que aparece no vídeo é cabo e está na PMDF há seis anos.

As imagens além de mostrar que os militares estão fardados, mostra que cada um possuí uma arma na cintura, e que eles já estão embriagados, no momento que um deles perde o equilíbrio no local. Assista o vídeo:

A PMDF por meio de nota afirmou que após tomar conhecimento do caso, os pms vistos nos vídeos foram presos e levados para a Corregedoria. Na nota a corporação afirma que os dois militares tiveram suas prisões cautelares decretadas.

Conforme a nota da PMDF, os dois policiais após serem ouvidos vão ser encaminhados para um quartel da corporação e aguardar a instauração do Conselho de Disciplina.

Confira a nota:

“Logo após tomar conhecimento do fato, os policiais foram presos disciplinarmente e conduzidos para a Corregedoria-Geral da PMDF onde foram decretadas suas prisões cautelares.

Após serem ouvidos eles serão encaminhados para um quartel, a ser definido, onde aguardarão a instauração do devido Conselho de Disciplina. A PMDF não aceita qualquer desvio de conduta de seus integrantes e preza pela legalidade de suas ações.”

*Com informações do G1

Comentários