Brasil

Garota de programa transexual é morta por cliente em ataque de fúria

Cliente e vítima haviam se desentendido em outra ocasião

diario da manha

Uma garota de programa transexual, de 38 anos, foi morta a facadas por um cliente na madrugada desta sexta-feira (17), na Asa Norte, em Brasília. De acordo com as informações divulgadas pela Polícia Civil (PC), a mulher foi atacada por um cliente “em fúria”.

A vítima foi identificada como Ana Clara Lima e era conhecida como Júlia. Júlia morreu no próprio carro, enquanto buscava por atendimento médico após ser ferida no Hospital de Base, distante a quatro quilômetros do local do crime. O caso ocorreu na 706 Norte por volta das 2h de hoje.

Além da transex que foi morta, uma amiga dela também foi esfaqueada ao tentar ajudar a vítima. A amiga de Júlia foi esfaqueada no braço recebeu atendimento médico e foi liberada em seguida.

Transexual morta havia sido agredida por suspeito com uma pedra em outra ocasião

Em entrevista a Rede Globo de Televisão, a amiga da vítima afirmou que o suspeito e Júlia eram conhecidos.

“Ele já agrediu ela com uma pedra, hoje ela falou que ia pegar ele e foi em sua direção… pensamos que estavam apenas brigando, mas ele estava com uma faca na cintura e agrediu ela”, contou a amiga da vítima.

O caso ficou a cargo da 5ª Delegacia de Polícia (Asa Norte) e até o momento a equipe não informou em que crime o suspeito vai ser qualificado.

*Com informações do G1

Comentários