Caiado se encontra com Bolsonaro: "Questão não é se nós ficamos de bem ou se ficamos de mal"

diario da manha

O presidente Jair Bolsonaro se encontrou com o governador de Goiás, Ronaldo Caiado, na tarde deste sábado, 11, em Águas Lindas de Goiás durante visita ao Hospital de Campanha que terá 200 leitos na região para o combate do novo coronavírus.

A reunião dos dois era esperada, já que Caiado e Bolsonaro se atritaram após discordarem do modelo de quarentena para enfrentar a pandemia.

A reunião não é de trégua de ideias, mas de demonstração de que o governador se sente agradecido por ter um hospital para ajudar o Entorno do Distrito Federal a enfrentar a pandemia.

De máscara, Bolsonaro recebeu álcool em gel das mãos do governador Ronaldo Caiado, que serviu outros agentes públicos como o presidente da Assembleia Legislativa do Estado de Goiás (Alego),

“Estamos numa região com 1, 2 milhão de pessoas, que não tem um hospital para enfrentar o coronavírus!  Minha função como médico e como governador é vir aqui agradecer um hospital de campanha com 200 leitos.  Será possível que numa hora dessas, que temos que ter gestos humanitários, não possamos entender isso? A discussão minha é aquilo que vocês viram: aqui o decreto é de isolamento e está sendo mantido até dia 19. O que nós estamos fazendo aqui não é ‘se nós ficamos de bem ou se ficamos de mal’. Precisamos ter uma análise mais profunda diante das pessoas que podem morrer na região”, disse Caiado ao ser questionado se a reunião era para encerrar os atritos que teve com o presidente.

Comentários