Aparecida de Goiânia

Aparecida abre período de matrículas: município ainda não atingiu metas do Ideb

Saiba prazos e contato para tirar dúvidas quanto às matrículas; segundo Inep, Aparecida de Goiânia precisa melhorar índices educacionais

diario da manha

A chegada do fim do ano traz sempre uma demanda para os pais: as matrículas dos filhos. Cada município tem um cronograma que não pode ser perdido. Aparecida de Goiânia, por exemplo, anunciou o retorno da temporada de matrículas para 2021: as matrículas dos alunos da rede municipal de ensino começaram nesta segunda-feira, 7.

Por sua vez, os novatos devem se cadastrar no site da prefeitura ou pelo app “Matrícula Aparecida”.

A Prefeitura de Aparecida informa que pessoas com dificuldades de acessar a rede mundial de computadores devem procurar as secretarias das unidades entre 7h -11h30 e 13h -17h e requerer auxílio para a efetuação da matrícula.

O município disponibiliza uma central de matrículas através do telefone (62) 3545-5949.

Nesta primeira etapa, que seguirá até de 11 de dezembro, a matrícula ocorrerá tendo em vista estudantes do 1º ao 9º ano do ensino fundamental. No mesmo módulo, ocorrerá a matrícula do 1º ao 5º para as Escolas Municipais de Educação Integral (Emei).

De 14 a 18 de dezembro, acontecem as inscrições exclusivas para os Centros Municipais de Educação Infantil (Cmei) e para os agrupamentos IV e V. Estes últimos serão ofertados nas escolas municipais de período parcial, em turnos do matutino ou do vespertino.

Metas

Consulta ao Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) da rede municipal de Aparecida de Goiânia revela que a cidade não tem conseguido atingir as metas do Fundamental 1 e 2.

Conforme o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), a evolução do município mostra que nem entre 1º ao 5º nem em escolas do 6º ao 9º as notas atendem ao estipulado.

Desde 2015 a rede municipal não consegue cumprir as metas estabelecidas pelo Inep. Conforme o instituto, a meta para a rede municipal era de 5.9 e o alcançado foi de 5.6.

As poucas unidades escolares municipais que têm ensino fundamental II também não conseguiram alcançar a meta que o Inep estabeleceu.

As metas para o Ideb são calculadas tendo em vista o eixo do Plano de Desenvolvimento da Educação, do Ministério da Educação, que trata da educação básica. Leva em conta a qualidade e necessidades da educação executada e a ser lecionada.

De acordo com a metodologia, o sistema de cada município e estado deve evoluir tendo em vista a redução da desigualdade educacional.

O Estado de Goiás é líder nacional do Ideb, sendo único estado a cumprir as metas estabelecidas na última avaliação.

As notas de Aparecida e outros municípios que não cumprem as metas estipuladas pelo Ministério da Educação afetam apenas indiretamente o cômputo do Estado, já que os alunos do fundamental são assimilados pelo Ensino Médio, de responsabilidade do Governo de Goiás.

Comentários