Aparecida de Goiânia

Mais cinco pacientes vencem a Covid-19 e recebem alta do HMAP

diario da manha

A tarde desta segunda-feira, 29, foi de vitória para cinco pacientes que estavam internados no Hospital Municipal de Aparecida de Goiânia (HMAP). Eles receberam alta após o tratamento da Covid-19, infecção causada pelo novo coronavírus, e seguem em casa a fase final da recuperação.

Antes de retornar para casa, cada um deles foi aplaudido pelos colaboradores do HMAP, ação realizada com os pacientes que recebem alta hospitalar, simbolizando a vitória contra a doença.

A paciente Clarice Vicente de Souza, de 65 anos, ficou internada na unidade de saúde por 12 dias. Ela chegou ao HMAP no dia 18 de junho com diagnóstico positivo para Covid-19 e com sintomas de falta de ar, fraqueza, tosse e febre. Durante o período de internação, a paciente não precisou ir para Unidade de Terapia Intensiva (UTI) e não usou respirador.

Maria da Conceição Rodrigues de Brito, de 66 anos, também foi uma das pacientes que deixou o HMAP na tarde de hoje. Ela foi admitida no hospital no dia 19 de junho com falta de ar. Enquanto esteve hospitalizada, Maria permaneceu na enfermaria Covid.

Nivaldo Pereira de Almeida e Salviano Soares de Sousa, ambos de 56 anos, ficaram internados no hospital por cinco dias. Eles deram entrada na unidade de saúde com sintomas de febre e falta de ar. Os pacientes não precisaram ser encaminhados para UTI.

Kleibson Luiz Basilio da Silva, de 38 anos, ficou internado e em tratamento na enfermaria Covid por três dias.

Devido a evolução do quadro de saúde dos pacientes e o empenho dos profissionais de saúde do HMAP que estão na linha de frente, os cinco pacientes se recuperaram do vírus e acabam de entrar para a estatística dos mais de 715 mil pacientes curados da Covid-19 no Brasil.

A recuperação dos pacientes comove os colaboradores da unidade. “A cada alta toda a equipe se sente vitoriosa. A dedicação de todos é fundamental para conseguirmos cumprir nosso compromisso com a saúde. A nossa missão é prestar a melhor assistência e assim garantir que essas pessoas melhorem e possam retornar pra suas casas, para a suas famílias”, afirma a enfermeira e coordenadora da enfermaria Covid-19 do HMAP Brunna Rodrigues de Lima.

Comentários