Aparecida de Goiânia

SMS de Aparecida alerta para cuidados com Aedes aegypti

Mesmo com a população voltada à contenção dos avanços do coronavírus, combate ao mosquito precisa continuar.

diario da manha

A Secretaria Municipal de Saúde (SMS) de Aparecida de Goiânia alertou a população da cidade, por meio de um texto publicado no site da Prefeitura, para que não deixe de combater o mosquito Aedes aegypti. Ele é transmissor da dengue, chikungunya, zika e febre amarela urbana.

A divulgação ocorre para que os cidadãos não se esqueçam dos cuidados contra o mosquito, já que a atenção está mais voltada para o novo coronavírus.

Nos últimos dias foram realizadas uma série de medidas para conter o avanço do vírus em Goiás. No entanto, Aparecida de Goiânia já tem um caso confirmado de Covid-19.

A Secretaria de Estado da Saúde de Goiás (SES-GO) suspendeu as atividades educacionais em todos os níveis, por meio de uma nota divulgada no último domingo (15).

O governador de Goiás, Ronaldo Caiado, também determinou o fechamento de lojas da 44 e shoppings na segunda-feira (16), para evitar aglomerações.

Casos de dengue já somam mais de dois mil

Segundo informa o site da Prefeitura, o último boletim realizado pela Vigilância Epidemiológica revela que só neste ano já foram confirmados 2.454 casos de dengue em Aparecida.

A Secretaria Municipal de Saúde (SMS) apontou que segue coordenando todos os debates que norteiam as políticas públicas de enfrentamento à pandemia no município mas faz um alerta para que a população siga fazendo a sua parte no enfrentamento ao mosquito causador da dengue, zika e chicungunha.

Para isso é importante não deixar água acumulada em nenhum objeto, por exemplo: pneus, latas, calhas e garrafas descobertas, já que o mosquito põe ovos em recipientes ou locais que armazenam água, como informa a publicação.

Dentre os bairros com maior incidência de casos confirmados, como revelam os dados da Secretaria, estão o Buriti Sereno com 162 casos, Garavelo com 144 e Jardim Tiradentes com 84.

Comentários