Aparecida de Goiânia

HMAP promove palestra sobre novo coronavírus

diario da manha

Em virtude do alerta da OMS (Organização Mundial de Saúde), que declarou o coronavírus como emergência de saúde global, várias ações de prevenção foram desenvolvidas devido o potencial de disseminação dos casos. Com objetivo de esclarecer sobre a doença, o Hospital Municipal de Aparecida de Goiânia (HMAP) promoveu na tarde desta terça-feira, 3, uma palestra sobre o tema voltada para o público interno da unidade de saúde.

A palestra que foi ministrada pelo médico infectologista e Presidente da Comissão de Controle de Infeção Relacionada a Assistência à Saúde (SCIRAS) do HMAP, Luiz Felipe Silveira, explicou sobre o novo coronavírus, mostrou um panorama da doença no mundo e as formas de prevenção. De acordo com o médico, o objetivo da apresentação é esclarecer para os colaboradores do hospital sobre a epidemia atual e abordar a prevenção.

“O principal é a higienização das mãos; etiqueta da tosse, cobrir a boca quando tossir, cobrir o nariz ao espirrar e depois higienizar as mãos; evitar contato com pessoas doentes; caso esteja doente evitar contato com outras pessoas e evitar aglomerações. É importante lembrar que não é comprovado que o uso indiscriminado de máscara impede a disseminação da doença. Então a gente reserva o uso da máscara o para situações específicas e para o ambiente hospitalar”, explicou Luiz Felipe.

Para a assessora de humanização do HMAP, Emanuelle Nunes, o momento de aprendizado é muito interessante “A palestra nos orientou sobre o novo coronavírus, como acontece a transmissão, como é feito, o diagnóstico, o tratamento, os sintomas e o principal a prevenção. O conhecimento adquirido hoje possibilita que a gente oriente outras pessoas. Este tipo de treinamento só tem a agregar no nosso dia a dia”, frisou.

Saiba Mais

O que é coronavírus?

Coronavírus (CID10) é uma família de vírus que causam infecções respiratórias. O novo agente do coronavírus foi descoberto em 31/12/19 após casos registrados na China. Provoca a doença chamada de coronavírus (COVID-19).

Como o coronavírus é transmitido?

As investigações sobre as formas de transmissão do coronavírus ainda estão em andamento, mas a disseminação de pessoa para pessoa, ou seja, a contaminação por gotículas respiratórias ou contato, está ocorrendo. Qualquer pessoa que tenha contato próximo (cerca de 1m) com alguém com sintomas respiratórios está em risco de ser exposta à infecção.

A transmissão dos coronavírus costuma ocorrer pelo ar ou por contato pessoal com secreções contaminadas, como:

• Gotículas de saliva;

• Espirro;

• Tosse;

• Catarro;

• Contato pessoal próximo, como toque ou aperto de mão;

• Contato com objetos ou superfícies contaminadas, seguido de contato com a boca, nariz ou olhos.

Como é feito o diagnóstico do coronavírus?

O diagnóstico do coronavírus é feito com a coleta de materiais respiratórios (aspiração de vias aéreas ou indução de escarro). É necessária a coleta de duas amostras na suspeita do coronavírus.

Como é feito o tratamento do coronavírus?

Não existe tratamento específico para infecções causadas por coronavírus humano. No caso do coronavírus é indicado repouso e consumo de bastante água, além de algumas medidas adotadas para aliviar os sintomas, conforme cada caso, como, por exemplo:

• Uso de medicamento para dor e febre (antitérmicos e analgésicos).

• Uso de umidificador no quarto ou tomar banho quente para auxiliar no alívio da dor de garanta e tosse.

Quais são os sintomas do coronavírus?

Os principais são sintomas conhecidos até o momento são:

• Febre.

• Tosse.

• Dificuldade para respirar.

Como prevenir o coronavírus?

O Ministério da Saúde orienta cuidados básicos para reduzir o risco geral de contrair ou transmitir infecções respiratórias agudas, incluindo o coronavírus. Entre as medidas estão:

• Lavar as mãos frequentemente com água e sabonete por pelo menos 20 segundos, respeitando os 5 momentos de higienização. Se não houver água e sabonete, usar um desinfetante para as mãos à base de álcool.

• Evitar tocar nos olhos, nariz e boca com as mãos não lavadas.

• Evitar contato próximo com pessoas doentes.

• Ficar em casa quando estiver doente.

• Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar com um lenço de papel e jogar no lixo.

• Limpar e desinfetar objetos e superfícies tocados com frequência. Informações do Ministério da Saúde.

tags:

Comentários